Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Rivalidades
        Rivalidades

        O Clássico do Vale do Ruhr: A Mãe de todos os clássicos na Alemanha

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        O desenvolvimento que trouxe a Revolução Industrial para a região do Vale do Ruhr, na Alemanha, fez o futebol florescer por lá. Com uma área rica para as indústrias, e com uma população cada vez maior, a região viu o futebol ser um lazer necessário. Criou-se, então, o grande Clássico do Vale do Ruhr, que no início não tinha nada de clássico. 

        O Borussia, de Dortmund, era um time infinitamente inferior ao Schalke 04, de Gelsenkirchen. O primeiro duelo só foi acontecer na década de 1920, apesar de as duas equipes terem sido fundadas ainda na década de 1910. O duelo chegou na Bundesliga na década de 1930. 

        Os primeiros jogos não tinham clima de clássico pelo predomínio dos Azuis Reais, que controlavam a região de Westfalia. O cenário só foi começar a mudar depois do fim da Segunda Guerra Mundial, quando os Aurinegros passaram a lutar por títulos. Mas a rivalidade, de fato, só pegaria fogo nos anos 1960. 

        A crise que fomentou os rivais 

        Na década de 1960, o Vale do Ruhr acabou atingido pela recessão. Milhares de trabalhadores acabaram demitidos das minas de Gelsenkirchen, enquanto em Dortmund a indústria do aço também sofreu. Em tempos de crise, o futebol acabou sendo um escape para o povo, como sempre no Vale do Ruhr. 

        O Dortmund, que antes era massacrado pelos rivais, passou a massacrar, o que despertou a fúria dos Azuis, que já não eram mais tão Reais. Os Aurinegros chegaram a conquistar a Recopa da Europa em 1966, deixando os rivais com inveja. 

        O jogo que marca a explosão do clássico aconteceu em 06 de setembro de 1969. O  Estádio Rote Erde, casa aurinegra na época, recebeu mais de 50 mil pessoas para ver a peleja, isso em um estádio onde caberiam 42 mil. Em fotos da época, muitos fãs eram vistos na pista de atletismo para conseguir acompanhar o embate. 

        O Schalke havia, nos jogos anteriores, quebrado a boa sequência do Dortmund e iniciado a sua própria série de vitórias. Estavam, enfim, os Azuis Reais de volta aos bons tempos? Hans Pirkner tentou confirmar isso, marcando aos 37 minutos do primeiro tempo. Torcedores do Schalke entraram no gramado para celebrar com o atacante, e a reação dos seguranças do time da casa, com cães para morder os torcedores, causou uma enorme confusão. Jogadores do Schalke acabaram mordidos ao ponto de sangrarem, mas o jogo seguiu, com direito a vacinas antitetânicas nos vestiários, e o Dortmund conseguiu o empate na segunda parte. 

        As mordidas, e toda a confusão do jogo de 1969, junto com o momento em que o Vale do Ruhr vivia, ajudaram a tornar aquelas duas equipes rivais de sangue. No jogo do Glückaufkampfbahn, campo do Schalke, o presidente do time da casa alugou filhotes de leões de um zoológico local para intimidar os visitantes. O resultado foi novo 1 a 1, e muita confusão. 

        A rivalidade só aumentou com o passar dos anos. Com momentos de superioridade de um ou de outro, mas sempre com duas torcidas apaixonadas em busca do domínio do Vale do Ruhr. 

        Outro jogo marcante aconteceu em 2007, quando o Schalke lutava para encerrar longo jejum sem títulos do Campeonato Alemão. Os Azuis Reais estavam na liderança na penúltima rodada, mas acabaram derrotados pelo Dortmund e viram o Stuttgart ficar com a Salva de Prata. Outro capítulo que apimentou uma rivalidade que dura décadas e é considerada a maior da Alemanha. 

        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados