Siga oGol no facebook
        1xBet
        Jogos marcantes
        Jogos marcantes

        O primeiro título alemão no Milagre de Berna

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        O ano era 1954. Berna era a cidade que recebia a final da Copa do Mundo. Em campo, um time que encantava o mundo e era o absoluto favorito. Do outro lado, uma seleção desacreditada, que defendia um país que buscava se reerguer depois do inferno vivido na Segunda Guerra. O que aconteceu virou filme e entrou para a história. 

        Na campanha até a final, a Hungria havia deixado pelo caminho o Brasil, vice-campeão na Copa anterior, e o poderoso Uruguaio, que defendia o título na Suíça. Os húngaros estavam sem perder desde 1950 e eram totais favoritos ao título contra uma Alemanha que surpreendia a todos. 

        Os alemães chegaram a enfiar 6 a 1 na Áustria na semifinal e despontaram em Berna como a sensação da Copa. Mas ainda assim viam do outro lado o time invicto há anos, campeão olímpico dois anos antes em uma campanha recheada de goleadas. E muita gente esperava uma goleada para a final. 

        O milagre de Berna

        Até pelo início de jogo. Chovia muito em Berna e os húngaros prometiam uma chuva de gols com dois tentos em menos de dez minutos. Puskás, com arremate firme de canhota, e Czibor, depois de deixar o goleiro Turek pelo caminho, adiantaram a seleção favorita e deixaram o título ainda mais perto. Só que, ao contrário de tudo o que se esperava, a Alemanha reagiu. 

        A reação foi tão fulminante quanto o início húngaro: Max Morlock deu o primeiro aviso em um gol "chorado", e Helmut Rahn empatou. 2 a 2 em menos de 20 minutos de partida. A chuva de gols apareceu, mas para os dois lados. E o mundo viu uma das melhores finais da história das Copas. 

        A partir de então, a pressão de Puskás e companhia em busca da vitória foi enorme. Turek, experiente goleiro alemão do Fortuna Düsseldorf, fez grandes defesas, e até a trave salvou. A Hungria tentou, martelou, mas nada de recuperar a vantagem no marcador. 

        Até que, faltando cinco minutos para o fim, Rahn reapareceu. O atacante ficou com sobra de bola na entrada da área, levou para a perna esquerda e bateu no cantinho, sem que Grosics alcançasse a bola. Estava escrita a história, e a Alemanha era, pela primeira vez, campeã do mundo, na virada que ficou conhecida como "O Milagre de Berna". 

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        jogos históricos
        U Domingo, 04 Julho 1954 - 17:00
        Wankdorfstadion
        William Ling
        3-2
        Max Morlock 10'
        Helmut Rahn 18' 84'
        Ferenc Puskás 6'
        Zoltán Czibor 8'
        Estádio
        Wankdorfstadion
        Lotação31784
        Medidas-
        Ano de Inauguração1925