história
Biografia Treinadores

Rubens Minelli: o primeiro técnico tricampeão brasileiro

Texto por Carlos Ramos
l0
E0
O paulistano Rubens Francisco Minelli foi um dos técnicos mais vitoriosos da história do futebol brasileiro. Primeiro tricampeão nacional como técnico, o comandante ficou marcado não só pelas conquistas, mas também por ser um inovador. 

Antes da carreira de técnico, Minelli tentou ser jogador. O foi, mas sem o mesmo destaque. Atuou em equipes menores de São Paulo e chegou até aos grandes Palmeiras e São Paulo. O grande momento, entretanto, foi em Taubaté, conquistando a segunda divisão paulista pela equipe da cidade. 

Vitorioso desde o início

A carreira de Minelli como jogador acabou ainda aos 27 anos, por problemas físicos. Ainda jovem, foi para a faculdade e se formou em Ciências Econômicas. Mas não largou o futebol. Em 1959, iniciou trabalhos nas divisões de base do Palmeiras. 

No início da década de 1960, foi para São José do Rio Preto para comandar o América. Lá, conseguiu o acesso no Campeonato Paulista. Fora uma curta passagem pelo Sport, onde foi vice do Pernambucano em 1967, Minelli iniciou a carreira em equipes do interior paulista. 

Chegou a comandar o Guarani até ir para o Palmeiras em 1969. O retorno ao Alviverde foi difícil: o clube vivia um momento incerto, após as saídas de craques como Valdir Joaquim de Morais, Djalma Santos e Juninho Botelho.

Minelli não se importou. Nem as derrotas iniciais no Roberto Gomes Pedrosa daquele ano o abateram. Com nomes como Ademir da Guia,  Luis Pereira, Emerson Leão e César Maluco, acabou o ano campeão nacional no Roberto Gomes Pedrosa. Foi o primeiro grande título do técnico. 

Ainda no Alviverde, foi em excursão para a Espanha e bateu os gigantes Real Madrid e Barcelona, conquistando o Ramón de Carranza e o Troféu Cidade de Barcelona. A passagem pelo Verdão foi seguida por desafios na Portuguesa e no Rio Preto. 

Em 1974, Minelli foi para o Inter. Com um futebol ofensivo, fez uma das grandes campanhas da história do clube no Campeonato Gaúcho. Naquele ano, conquistou o torneio com 18 vitórias em 18 jogos no torneio e 43 gols marcados. 

O título foi o início de uma soberania não só no Sul. Minelli seria tricampeão gaúcho. Em 1975 e 1976, levou o Colorado também ao topo do país: com nomes como Valdomiro, Manga, Figueroa, Lula, Carpegiani e companhia, os gaúchos eram bicampeões brasileiros pela primeira vez na história. 

Em 1977, Minelli foi para o Morumbi, mas seguiu fazendo história. Comandando um grande time do São Paulo, que misturava a experiência de nomes como Pedro Rocha com a juventude de Darío Pereyra, Muricy e companhia, o técnico se sagrou tricampeão brasileiro. Foi o primeiro treinador brasileiro a alcançar tal feito. 

Um treinador completo

Minelli era conhecido como um treinador completo. Tinha cuidado com a parte física dos jogadores e pedia disciplina tática, mas não abria mão do talento. Seus times sempre jogavam de forma ofensiva, mas sem deixar a organização de lado. 

Foi um dos primeiros técnicos brasileiros a usar o videocassete para a análise dos adversários. Entendia os rivais e tentava passar o que via aos jogadores. Lidava com o grupo como um verdadeiro líder, e assim foi um dos grandes treinadores do nosso futebol: disciplinado, mas sempre um revolucionário. 

Minelli ainda comandou outros grandes do futebol brasileiro. Passou pelos cinco grandes de São Paulo, pelo Atlético Mineiro em Minas, os dois grandes gaúchos. Treinou Coritiba e Paraná, sendo vitorioso também no Estado. Em Campinas, comandou o Guarani no início da carreira, e terminou ela na Ponte Preta. Faltou só comandar a seleção brasileira... 

O discípulo 

Primeiro técnico tricampeão no Brasil, Minelli só seria superado décadas depois. Foi quando Muricy Ramalho, seu jogador e campeão em tempos de São Paulo, foi tricampeão como técnico no Tricolor do Morumbi. Muricy confessa: Minelli foi seu grande exemplo. 

"O Minelli foi o treinador que começou a mudar a parte tática e física do futebol, o esquema de treinos. Foi o melhor que eu vi no trabalho. Ele realmente me falou que eu poderia ser tricampeão e sei que foi sincero, pois somos amigos". 

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados