Siga o instagram do oGol
bet365
2024/04/01
E0
A América do Norte é a terra do Donuts, do Maple Syrup, do Poutine, de calor e frio extremo. Do basquete da NBA, do hockey da NHL, do baseball da MLB. E também é a terra do soccer.

A vitória na decisão da Nations League escancarou uma nova ordem no futebol da América do Norte: os Estados Unidos assumiram franco favoritismo diante do México. Já são três títulos seguidos estadunidenses e uma seca de vitórias mexicanas perto de completar cinco anos. No futebol de clubes, as equipes da MLS terão a chance, nesta temporada, de ampliar a superioridade para a Concachampions. 

Até hoje, em 15 edições do torneio, foram 14 títulos mexicanos e apenas um estadunidense: em 2022, em Seattle, os Sounders conseguiram derrubar o Pumas com grande atuação do peruano Raúl Ruidíaz, outrora carrasco da seleção brasileira. O atacante Dinenno, hoje no Cruzeiro, foi artilheiro daquela edição com nove gols pelos mexicanos. 

Em 2024, Estados Unidos e México dizimaram os clubes de Canadá e da América Central na primeira eliminatória: Comunicaciones, Real Estelí, Forge FC, Calvary, Moca, Independiente, Saprissa e Vancouver Whitecaps ficaram pelo caminho. O único "intruso" que restou até as quartas foi o Herediano, da Costa Rica, que derrubou nas oitavas o Robinhood, do Suriname. 

Fora o duelo dos costarriquenhos contra o Pachuca, as quartas da Concachampions só terão jogos entre estadunidenses e mexicanos: Columbus Crew x Tigres, NE Revolution x América e Inter Miami x Monterrey. Os duelos começam nesta terça-feira (clique aqui e confira os detalhes dos jogos). 

A presença de Lionel Messi pela primeira vez na Concachampions promete reforçar a luta pelo protagonismo estadunidense no futebol de clubes. Ano passado, em sua primeira temporada na Flórida, La Pulga comandou o Inter Miami na conquista da primeira edição da Leagues Cup, torneio disputado entre clubes da MLS e da Liga MX. Na trajetória, o time de Messi só enfrentou um mexicano, e superou o Cruz Azul na primeira fase. 

Depois de derrubar o Nashville nas oitavas, curiosamente o adversário na decisão da Leagues Cup ano passado, o Inter Miami é favorito contra o Monterrey na Concachampions. Após um bom início de temporada, com Suárez e Messi em destaque, o Inter Miami sofreu uma queda nas últimas partidas sem Messi. Só que o argentino, que se recupera de lesão, deve voltar contra os mexicanos já para o duelo de ida. 

O Columbus Crew, atual campeão da MLS, encara um Tigres longe de apresentar o futebol que desafiou os gigantes da América do Sul há alguns anos. Ainda assim, é um duelo de bastante equilíbrio, talvez sem um grande favorito. No confronto entre New England e América, os mexicanos vivem momento mais favorável, enquanto os estadunidenses vêm de início irregular na MLS, dependendo de lampejos de Carles Gil. 

Na atual edição da Concachampions, Pachuca, Tigres e Monterrey já deixaram estadunidenses pelo caminho. As quartas de final serão a chance de, com o reforço de peso de Messi, os times da MLS responderem e mostrarem que podem ampliar o favoritismo diante dos vizinhos, do futebol de seleções para o de clubes. 



Comentários

Quer comentar? Basta registrar-se!
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…

ARTIGOS DO MESMO AUTOR

Lionel Messi continua a causar grande impacto na Major League Soccer. E não apenas esportivo. A presença de La Pulga em campo é a certeza de lotação ...
15-04-2024 21:13
O adolescente Cavan Sullivan conquistou, no fim de semana, a Adidas Generation Cup com o time sub-17 do Philadelphia Union, que havia eliminado o Flamengo nas semifinais. Sullivan, alvo de Bayern de ...
08-04-2024 18:22
O final de semana trouxe as últimas duas seleções garantidas na Copa América de 2024. A Concacaf definiu seus últimos dois representantes: Costa Rica e ...
25-03-2024 19:25