Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        bet365
        O ápice do Dinizismo

        L de Libertadores: Cano e Kennedy derrubam o Boca, e Flu é campeão da América!

        Os momentos históricos, geralmente, são inesperados. Surgem do nada. Mas a história da final da Libertadores deste sábado, no Maracanã, não foi assim. Germán Cano, inevitável, já havia feito o L para adiantar o Fluminense. E depois de Advíncula responder pelo Boca, Diniz chamou John Kennedy e falou: "você vai entrar e fazer o gol do título". Dito e feito. Kennedy, na prorrogação, pouco antes de ser expulso, em passagem meteórica pela decisão, recebeu de Keno e acertou o chute da vida dele. Da vida do torcedor tricolor. Que esperou por décadas. Por uma vida inteira para dizer: as três cores que traduzem tradição agora brilham no topo da América. 

        Em uma decisão épica no Maracanã, o Tricolor superou o valente, embora limitado, Boca Juniors, por 2 a 1, para conquistar o primeiro título da Libertadores de sua história. No ápice do Dinizismo. L de Libertadores. Libertadores tricolor. 

        Dinizismo

        O Fluminense começou o jogo da forma como se acostumou jogar: dominando o rival, criando superioridade numérica pelos lados do campo para, depois, avançar para o meio. Mas o Boca fechou a porta no corredor central no início de jogo. 

        A proposta dos argentinos era clara: marcação em blocos baixos, sem se incomodar com o rival trocando passes na defesa. Não havia pressão quando a bola estava com Felipe Melo ou Nino. Mas no último terço, o Flu já tinha mais dificuldade em evoluir. 

        Depois de se segurar nos primeiros 15 minutos, o time argentino partiu em contragolpe com Merentiel, que teve espaço para avançar em campo. Na entrada da área, o atacante buscou o arremate, mas Fábio pegou sem sustos. A jogada, porém, já sinalizava perigo para os cariocas. 

        A defesa tricolor se desorganizava quando Felipe Melo adiantava para marcar alto. Faltava velocidade na transição defensiva. Aos 17, Nino também se adiantou, e Cavani recebeu nas costas do zagueiro. O uruguaio, porém, não avançou no campo, e errou ao tentar temporizar. Por sorte, a bola parou nos pés dos defensores brasileiros. 

        Os Xeneize foram se adiantando um pouco no campo. Com e sem a bola. Mas quem tratava melhor ela era o Tricolor. Embora ainda sem conseguir ameaçar. Foi um primeiro tempo mais de tensão, e menos de emoção.

        Mas a emoção tem um nome: Germán Cano. Quando Keno e Arias se encontraram na mesma ponta (o tal do Dinizismo), o Flu conseguiu avançar pelo lado direito. Keno recebeu de Arias e foi ao fundo, rolando no meio para Cano. De primeira. Como sempre. Cano. Sempre Cano. Fez o L no Maracanã! Eram 36 minutos de jogo. 

        Todo mundo já sabia...

        O Fluminense atuou mais recuado na volta para o segundo tempo. Deixou o Boca se adiantar, com a bola. E perdeu a referência de Felipe Melo na primeira fase de construção: o zagueiro sentiu a coxa aos cinco minutos e foi substituído por Marlon. 

        O Boca mostrava pouco repertório ofensivo. Apostava suas fichas, principalmente, em Advíncula em cima de Marcelo. O peruano, inicialmente, buscou cruzamentos. Depois, tentou chute perigoso que foi no lado de fora da rede. 

        A resposta tricolor foi no toque de bola. Com mais recursos técnicos, o time de Fernando Diniz irritou o rival. Procurou tabelas no lado do campo. O Boca bateu. Demorou, mas os amarelos, enfim, começaram a aparecer. Os espaços também. Após bela jogada pela direita, Martinelli ajeitou bola para André, talvez o craque da final. O meia tirou do marcador e bateu de canhota. Romero foi no canto defender. 

        Quando a pressão argentina parecia arrefecer, Advíncula voltou a aparecer. O lateral teve, mais uma vez, marcação permissiva de Marcelo, que tampouco teve cobertura eficiente. Advíncula cortou da direita para o meio, como fez tantas vezes no torneio, como estava claro que faria hoje, e finalizou de canhota mesmo. No cantinho. Fábio não chegou. Drama no Maracanã. 

        O coração do torcedor tricolor parou aos 43. André errou passe na saída de bola e deu a chance de Merentiel avançar e finalizar de fora da área. A bola passou raspando a trave. Só ouviu-se no Maracanã o "uh!" dos argentinos. 

        O coração do torcedor do Boca, em contrapartida, quase parou aos 48 minutos. Foi quando Lima temporizou e, no momento certo, descolou um grande passe para deixar Diogo Barbosa na cara do gol. Mas o lateral chutou mal, e desperdiçou a chance do gol do título. A decisão foi para a prorrogação. 

        A conversa, o gol e o título

        Quando John Kennedy estava para entrar no jogo, Fernando Diniz previu: "você vai entrar para fazer o gol do título!". Parece uma frase dita por qualquer técnico que coloca um atacante no fim do jogo. Mas foi, de fato, uma previsão. 

        Aos nove minutos da prorrogação, Diogo Barbosa apareceu centralizado para enfiar grande bola para Keno no ataque. O ponta ajeitou de cabeça, e John Kennedy acertou o melhor chute da vida dele. Foi um golaço! O gol da vida de Kennedy! 

        A passagem de John Kennedy pela final da Libertadores, porém, foi curta. O jovem não conseguiu segurar a emoção do gol e foi abraçar a torcida que tanto o abraçou durante o ano. Mas recebeu o segundo amarelo justamente por subir a escada para comemorar com os torcedores, e foi expulso.

        O resto foi drama. Diniz chamou Cano para jogar de volante. Colocou David Braz na vaga de Keno. O Flu era coração na ponta da chuteira. Não queria ter de encarar Romero nos pênaltis. O time de guerreiros voltou a agir. 

        O torcedor tricolor ficou um pouco mais aliviado depois que Fabbra, perto do intervalo da prorrogação, deu um tapa em Nino. Roldán foi chamado ao VAR, e expulsou o argentino. O segundo tempo da prorrogação teria igualdade numérica de jogadores em campo. 

        Apesar da expulsão de Fabbra, o drama seguiu. O Boca seguiu em cima, pressionando. Precisava do gol. Queria mais uma decisão por pênaltis. Langoni arriscou de fora, e Fábio defendeu em dois tempos. 

        Guga quase acabou com o drama. Em raro contra-ataque tricolor, Arias recebeu na frente e virou para Guga livre. O lateral bateu desequilibrado, e a bola foi caprichosamente na trave. O drama seguiu. Era bola atrás de bola na área tricolor. Em cada uma, o coração tricolor parava um pouco. Por um segundo. E logo voltava. Até que ele bateu forte quando Lima afastou o último dos perigos, e Roldán pediu a bola. As três cores que traduzem tradição, agora, brilham no topo da América com o Dinizismo!

        Enquete
        RESULTADO DA VOTAÇÃO
        BOCA JUNIORS
        EMPATE
        FLUMINENSE
        Comentários (17)
        Quer comentar? Basta registrar-se!
        motivo:
        . . .
        2023-11-07 16h58m por Creed93
        Cara, as Libertadores que o Palmeiras e Flamengo venceram também desvalorizei, o nível atual da competição está muito baixo, ainda mais com a queda de rendimento dos times argentinos, que são os maiores concorrentes dos brasileiros. . .
        E o estilo de jogo do Diniz é pra tomar lavada do Manchester City do Guardiola, a não ser que chegue lá e reconheça que é muito inferior ao time inglês e mude a forma de jogar pra tentar não passar vergonha.
        "Prazer de ver o Guardiola x Diniz"
        2023-11-06 10h49m por JP_Tricolor
        O rapaz rancoroso ali, se remoendo de ódio, tá até desvalorizando a Libertadores. Ainda quer ver o "Diniz humilhado" pelo Guardiola. O choro é livre!

        Saudações tricolores e parabéns a todos os campeões da América!
        Libertadores
        2023-11-06 09h12m por LukyMax_Santiago
        Que título, “que ilusión”, como diriam os argentinos. Não tinha torcida para essa final, eu não sou fã do Diniz, quem me conhece sabe. Mas é tão bom ver caras como o Fábio serem campeões, o próprio Marcelo que creio que seja muito “xodó” do povo brasileiro… Ver o próprio PH Ganso dando a volta por cima; há várias histórias que podemos enaltecer com esse título.

        Parabéns nense, seja bem-vindo à galeria dos campeões.
        Volta ao contexto
        2023-11-05 13h15m por ScPKoHx
        Porque fora dele já ficou nítido que você passa vergonha kkkkkk

        Quando o Botafogo ganhar um título da Libertadores, aí pode começar a sonhar em ter a mesma relevância do Corinthians. Por enquanto é menos relevante do que o São Caetano.

        Mas pra ter a mesma grandeza, precisa ganhar 2 Mundiais, 7 Brasileiros, 3 Copas do Brasil e ser o maior campeão estadual de seu estado. Já o Anapolina. . . Kkkkkk
        Voltando ao contexto
        2023-11-05 13h01m por AAARubra
        Deixando as brincadeiras parabens ao Fluminense demorou mas conseguiu o titulo, dos grandes clubes brasileiros so falta Bota fogo e Atletico paranaense a vencer a competição, creio eu que em breve eles venceram tambem. Atletico e bem estruturado e Bota fogo com texto se encontrou.

        OBS Ambos vencendo a libertadores tambem passarão o Corinthians na lista de importancia na competição. KKKKKKKKKKKKKKKKKK
        Fake News
        2023-11-05 11h44m por ScPKoHx
        AAARubra: "Por exemplo em seu auge Corinthians tentou reivindicar algo e ameaçou não participar de uma libertadores e por não ter nenhuma expressão a CONMEBOL disse então não vai. "

        ---
        Opa, então o seu nível é discutir usando fake news?

        Vamos aos FATOS:
        Em 2015, o Andrés ameaçou que o Corinthians não participaria da Libertadores de 2016 devido aos baixos valores de premiação pagos. NO MESMO ANO, O PRESIDENTE DA CONMEBOL ANUNCIOU O AUMENTO DA PREMIAÇÃO.
        ---

        Xi. . . Quer parcelar essa vergonha no crédito?
        grandejogadoor
        2023-11-05 11h29m por ScPKoHx
        Qual seu time?
        . . .
        2023-11-05 11h29m por ScPKoHx
        Então, finalizando, para o Fluminense estar na frente do Corinthians "na fila do pão" da Libertadores, precisa dobrar a quantidade de participações e esperar que o Corinthians não participe de mais nenhuma, ou então ganhar mais um título e esperar que o Corinthians não ganhe mais nenhum.

        Já o RB Bragantino. . . Bem, esse aí tem só UMA participação. Nem dá pra conversar alguma coisa kkkkkkkk

        Arruma alguma outra coisa, sei lá, porque nessa aqui é mais uma que você "perdeu".
        . . .
        2023-11-05 11h21m por ScPKoHx
        "Contra fatos não há argumentos", então por isso que você distorceu totalmente o significado de relevância ao ignorar o fato de que número de participações é um critério de relevância no futebol kkkkkkk

        O quê? Vai dizer que não sabia disso? Poxa, achei que você entendia pelo menos o básico de futebol.
        AAARubra
        2023-11-05 11h18m por ScPKoHx
        Claro, você sempre tenta filtrar ao máximo as suas "análises" porque sabe que no contexto geral é facilmente refutado. Daqui a pouco vai querer chegar na granularidade de falar que time X (até porque o seu time é tão inexpressivo que você precisa usar outros) é mais relevante que o Corinthians no estádio de Manaus, kkkkkk.

        Mas vamos lá: Corinthians também tem um desses "mundialiatos" nos anos 50. Então seu argumento cai por terra (de novo). Mas a gente não fica inventando is...ler comentário completo »
        Hahaha
        2023-11-05 10h28m por grandejogadoor
        Fluminense campeão 🏆, mesmo sendo o menor do RJ, Cocôrintias também já foi campeão 🏆, mesmo sendo o menor de SP, pra mim vcs dois morrem abraçados, quando não se pode brigar pelo topo, ficam catando as migalhas que sobram embaixo da mesa, o que é um vice? Nada. . . ou quase nada. . . ou um "mundial" inventado? Nada também. . . coitadinho de vcs. . . hehehe. . . pelo menos o time do cara é uma marmita, que tem arroz feijã, mistura, salada, . . . melhor que só ser pó...ler comentário completo »
        Apela não
        2023-11-05 10h25m por AAARubra
        São apenas fatos
        Da mesma forma que Anapolina tem 55 participações no estadual e não ganhou nenhum e o GREMIO ANAPOLIS com 10 participações venceu um hoje a torcida fica zoando falando que o GEA e mais relevante que Anapolina, E não adianta chorar resmungar porque contra fatos não há argumentos.
        Então
        2023-11-05 10h15m por AAARubra
        O mundial e o mundialito não são organizados pela CONMEBOL e a nivel de mundialito Palmeiras e Fluminense também tem um.
        A nivel de fila do pão quero dizer expressão. Por exemplo em seu auge Corinthians tentou reivindicar algo e ameaçou não participar de uma libertadores e por não ter nenhuma expressão a CONMEBOL disse então não vai.
        Ja que tem menos participações e resultados que Santos, Palmeiras e São Paulo voce admite que o Corinthians e Menor que os 3.
        Participaçõ...ler comentário completo »
        . . .
        2023-11-05 00h28m por ScPKoHx
        Participações na Libertadores
        - Corinthians: 17
        - Fluminense: 9

        Aproveitamento na Libertadores
        - Corinthians: 57, 25%
        - Fluminense: 51, 85%

        Agora quero só ver se o torcedor do inexpressivo Anapolina vai se contorcer contra esses dados.

        Mais uma vez foi refutado kkkkkkk podia ter ficado sem essa kkkkkk

        Obs: pra mim isso é puro entretenimento, sempre levo na esportiva e me divirto. #pas
        AAARubra
        2023-11-05 00h07m por ScPKoHx
        E o Fluminense tem quantos Mundiais mesmo? Ah tá, vai disputar pela primeira vez, enquanto o meu tem dois.

        Acho engraçado que você adora passar vergonha pra mim kkkkkk
        Fluzão
        2023-11-04 23h39m por AAARubra
        Parabéns foi muito merecido este titulo do Fluminense.
        Observação Fluminense com esse titulo passou o minúsculo Corinthians na fila do Pão da libertadores já que agora Flu tem 1 titulo e 1 vice e Marmita tem 1 titulo e mais nada só vergonha.
        Próximo a ser mais relevante que o Serasa na CONMEBOL será o RED BULL.
        Fluminense
        2023-11-04 21h37m por Creed93
        O lado bom do tapetão ganhar a Libertadores, é que se chegar na final do Mundial (eu acho que vai apanhar do Al-Ittihad de Benzema), pelo menos teremos o prazer de ver o Guardiola humilhar o Diniz.
        E que nível baixo que está a Libertadores hoje em dia hein? Diniz ganhar é o fim dos tempos. . .
        jogos históricos
        U Sábado, 04 Novembro 2023 - 17:00
        Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)
        Wilmar Roldán
        1-2
        Pro.
        Luis Advíncula 72'
        Germán Cano 36'
        John Kennedy 99'

        Futebol Internacional
        Entrevista Ogol
        Atacante é destaque no Gil Vicente
        Segundo brasileiro com mais assistências no Campeonato Português, Murilo Souza vive um grande momento na carreira. Com um acesso no currículo para La Liga e dois títulos no ...

        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

        LukyMax_Santiago 26-02-2024, 13:10
        ScPKoHx 25-02-2024, 22:30
        fragajr 25-02-2024, 21:55
        AAARubra 25-02-2024, 19:38
        ScPKoHx 25-02-2024, 18:59
        LukyMax_Santiago 25-02-2024, 14:22