Siga oGol no facebook
        bet365
        Eliminatórias Copa
        Outro recorde negativo para o time de Diniz

        Em clássico caótico, retardado pela violência, Argentina impõe derrota inédita ao Brasil

        E7

        Depois de uma lamentável batalha nas arquibancadas que retardou o início de jogo, houve futebol, de fato, só no segundo tempo no Maracanã. E houve a Argentina quebrando um tabu: com gol de Nicolás Otamendi, a Argentina impôs ao Brasil a primeira derrota da história da seleção pelas Eliminatórias em casa. 

        O Brasil, que pela primeira vez, também, chegou a quatro jogos de Eliminatórias sem vencer, com inéditas três derrotas seguidas, é apenas o sexto na classificação, com sete pontos. A Albiceleste lidera, com 15. 

        Futebol vira sinônimo de guerra

        Poderíamos nos alongar em muitos parágrafos lamentando, mais uma vez, a violência e a truculência em um estádio de futebol. Argentinos e brasileiros, mais uma vez, protagonizaram cenas lamentáveis antes de a bola rolar. É de entristecer ver que o estádio de futebol não é mais o lugar das famílias. 

        Depois de meia hora de atraso, devido a uma pancadaria generalizada na arquibancada, a bola rolou para o clássico. Com clima tenso em campo. Discussões. Entradas duras. Jogador sangrando em campo. Cartão amarelo com menos de cinco minutos de jogo. O futebol, como sempre, foi um reflexo da sociedade. Como não poderia deixar de ser. 

        Demorou para o futebol aparecer no Maracanã. O futebol mesmo. Futebol que brasileiros e argentinos tanto sabem jogar. O duelo tático entre Scaloni e Diniz foi ofuscado pelos pontapés dos primeiros movimentos. Os tapas no rosto (de De Paul), que renderam dois cartões amarelos ao time da casa em dez minutos. 

        Entre um pontapé e outro, a bola alternava a posse. Só lá pelos 30 minutos os times passaram, enfim, a tocar com um pouco mais de articulação. A fazer o duelo em campo parecer, mesmo que de longe, com o futebol que representa melhor a cultura dos dois países do que a violência. 

        De fato, porém, se fôssemos escrever um livro sobre o primeiro tempo de jogo ressaltando bons momentos, ele seria uma página quase que em branco. Lampejos daqui e dali não culminaram em trabalho para os goleiros. 0 a 0 era um elogio. 

        Só depois dos 40 minutos, depois de uma cobrança de falta com certo perigo de Raphinha, o Brasil conseguiu as únicas finalizações antes do intervalo. Martinelli foi quem mais perto chegou de abrir o placar, em arremate na área bloqueado por Romero em cima da linha, com Martínez já batido. 

        Futebol e castigo para os brasileiros

        Com os ânimos menos exaltados, tivemos, ao menos, 45 minutos de futebol. Na volta do intervalo, Diniz mandou a campo Nino no lugar de Marquinhos, que sentiu lesão. Com André, o zagueiro deu mais entrosamento a saída de bola na primeira fase de construção da seleção brasileira. 

        Aos nove minutos, Bruno Guimarães conseguiu boa virada de jogo na direita para Raphinha, que apareceu nas costas de Acuña, se aproximou de Martínez, mas acabou tendo o chute bloqueado pelo goleiro. O Brasil era melhor no jogo. Aos 12, Martinelli ficou com sobra de jogada individual de Gabriel Jesus e bateu rasteiro. Dibu espalmou. 

        O futebol apresentou, também, o seu lado mais cruel. Justamente quando a seleção brasileira começava a melhorar, a Argentina saiu na frente. Na bola pelo alto. Otamendi saltou mais alto que Gabriel Magalhães e André e, de cabeça, abriu o placar para os argentinos. 

        O Brasil demorou a achar a resposta. Com o passar do tempo, Diniz recuou André para a zaga, ao lado de Nino. Colocou Endrick, animando a torcida. E deu a chance de Raphael Veiga tentar algo diferente no meio. A Argentina se fechou toda no campo de defesa. 

        A reação brasileira ficou mais improvável quando Joelinton deu um "chega para lá" em De Paul e acabou expulso de campo. O lance não foi nada conclusivo, mas o VAR manteve a decisão de expulsão do campo. A Albiceleste passou a tentar cadenciar o jogo. E esperou que o apito final confirmasse a primeira derrota da história da seleção brasileira em casa pelas Eliminatórias, depois de 65 jogos. 

        Enquete
        RESULTADO DA VOTAÇÃO
        BRASIL
        EMPATE
        ARGENTINA
        Comentários (7)
        Quer comentar? Basta registrar-se!
        motivo:
        Ofendido?
        2023-11-23 14h01m por ScPKoHx
        Acho que você está enxergando coisas ou relatando o que aconteceu com você, porque em momento algum eu fiquei ofendido ou fiz "agressões", apenas constatei fatos.

        O seu time médio dependeu da Unimed por anos e de uma baita manobra suja para voltar à Série A, além de viver no Maracanã graças ao Governo. Quer mesmo falar de estádio e falência? Creio que não.

        Sim, os jogadores são uma lástima na Seleção Brasileira, me atrevo a dizer que é uma das piores geraçõe...ler comentário completo »
        Ih, ficou ofendido
        2023-11-23 12h15m por JP_Tricolor
        Eu nem falei mal do Tite e o cara começou com as agressões gratuitas. Ao menos meu time médio é o atual campeão da Libertadores, o teu time "grande" vive de favor do presidente para não ir à falência e ganhar estádio.

        Dito isso, falei aqui antes, acho o trabalho do Tite bom e acho ele mais técnico que o Diniz, embora muito diferentes. O Diniz é mais divertido e tem momentos avassaladores e outros patéticos, o Tite é muito mais equilibrado. A questão é que boa parte dessa ...ler comentário completo »
        Tite, Diniz e o papo furado
        2023-11-23 10h02m por ScPKoHx
        Mesmo 100% dedicado, o Diniz só deu certo em um time médio e sem pressão, que é o fluminenC.

        Agora, sobre isso do "Tite ter transformado as eliminatórias em passeio em outro momento e com outros jogadores", não é bem assim. . . As últimas eliminatórias começaram a cerca de 3 anos atrás (outubro de 2020) e terminaram em março do ano passado. A safra de jogadores é praticamente a mesma de agora, com menos maturidade de vários deles.

        Para se ter uma noção, as...ler comentário completo »
        Tite, Diniz, Ancelotti e CBF
        2023-11-23 06h51m por JP_Tricolor
        Acho que tem muita coisa ai nesse história. Primeiro: a prioridade do Diniz é o Fluminense. Seria diferente se ele estivesse 100% dedicado, e acho que teríamos resultados melhores. Sobre o Tite: ele transformou as eliminatórias em passeio em outro momento, com outros jogadores. Não sou crítico do trabalho dele, mas acho que sofreria ou teria mais um ano de retranca para suprir nossas limitações. Nas eliminatórias deveríamos ter espaço justamente para testar mais e fazer melhor.
        S...ler comentário completo »
        Seleção Brasileira
        2023-11-22 09h01m por ScPKoHx
        CBF tinha o que na cabeça quando decidiu colocar esse Diniz como técnico? O cara só deu certo no fluminenC depois de um bom tempo implementando sua ideia de jogo, porque até então colecionava fracassos. É técnico de time médio que não tem pressão. Claramente não serve para a Seleção Brasileira nesse momento em que se exige mudanças rápidas.

        Ah, verdade, a CBF está se humilhando pelo Ancelotti e nem tem a certeza de que vai acontecer.

        Chama o Tite de volta pra...ler comentário completo »
        grandejogadoor
        2023-11-22 00h33m por Creed93
        O problema é que aumentaram duas vagas, e de dez participantes nas eliminatórias, pelo menos quatro ou cinco são times horrorosos, e se classificam seis direto e um pra repescagem. . . Infelizmente é praticamente impossível esse time ridículo do Diniz ficar fora da Copa. . .
        Perdi meu tempo. . .
        2023-11-22 00h22m por grandejogadoor
        Perdi mais uma vez meu precioso tempo vendo esses piratas, pernas de pau jogando. . . que pelada horrorosa, se é que podemos dizer que pelo menos foi uma pelada, várzea. . . e guerra!!. . . . cenas lamentáveis, messi dando enquadrada no rodrygo, e mais recordes negativos. . . no final o óbvio, mais um gol de cabeça, QUE DEFESA PODRE!!. . . todos cruzamentos tem que ficar esperto, chance de 80% de sair gol do adversário. . . e resumindo o filme de terror, mais recordes negativos. ....ler comentário completo »
        jogos em destaque
        U Terça, 21 Novembro 2023 - 21:30
        Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)
        Piero Maza
        0-1
        Nicolás Otamendi 63'

        Mercado
        Oficial
        O Sport se protegeu do assédio do mercado nacional e internacional, prolongando o contrato da sua joia. O lateral Pedro Lima assinou novo vínculo com o Leão da Ilha e estendeu ...

        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

        LukyMax_Santiago 26-02-2024, 13:10
        ScPKoHx 25-02-2024, 22:30
        fragajr 25-02-2024, 21:55
        AAARubra 25-02-2024, 19:38
        ScPKoHx 25-02-2024, 18:59
        LukyMax_Santiago 25-02-2024, 14:22