Siga oGol no Twitter
        bet365
        Treinador falou após derrota para a Argentina

        Diniz insiste em evolução no processo, apesar de sequência negativa histórica

        2023/11/22 01:12
        E3

        Evolução foi, provavelmente, a palavra mais usada durante a entrevista coletiva de Fernando Diniz no início da madrugada, no Maracanã, após a derrota para a Argentina. A primeira derrota da história do Brasil em casa pelas Eliminatórias em toda a história foi analisada de forma positiva pelo treinador. 

        "Um jogo de dois times tradicionais, muito fortes. Embora a gente teve um número de finalizações parecido, o Brasil levou mais perigo. A Argentina não teve nenhuma chance. A chance que eles tiveram, foi em escanteio que a gente bobeou. A gente esteve muito mais perto da vitória e o resultado achei bastante injusto hoje", começou por analisar Diniz. 

        Diniz elogiou a "coesão" da equipe e a "entrega" dos jogadores durante os 90 minutos. Valorizou, principalmente, a equipe ter sofrido pouco defensivamente, após uma profusão de chances para a Colômbia no último jogo. 

        "Contra a Colômbia, a gente marcou mal em linha baixa. Hoje, a gente marcou bem o tempo todo", resumiu o comandante. 

        A seleção brasileira, pela primeira vez na história das Eliminatórias, perdeu três jogos seguidos, e ficou quatro sem vencer. Depois das vitórias sobre Bolívia e Peru, os dois últimos classificados na tabela, a seleção não soube mais o que é vencer. Diniz deixa um pouco de lado os dados na hora de fazer uma avaliação mais analítica. 

        "A vida você não pode pegar e colocar uma estatística. Se a vida fosse uma estatística, estava tudo ruim. Se a gente analisar o processo, a gente teve poucos jogadores que disputaram a Copa, e a Argentina teve um time completo. O desempenho está oscilando. Contra a Colômbia, a gente jogou boa parte do tempo melhor. O treinador argentino concordou. O desempenho a gente controla, mas o resultado escapa. Como a gente vai fazer para ganhar? Deixar de evoluir, deixar de construir? Deixar de acreditar no que a gente tem, nos meninos? Isso é o futuro que a gente tem. Se a gente conseguir ir melhorando isso, a tendência é os resultados aparecerem". 

        Fernando Diniz, que assumiu após a saída de Tite, de forma interina, e que ainda não sabe se segue no time para o próximo ano, vê com bons olhos o legado que deixa.  

        "Em termos de processo para futuro, foi extremamente válido. Para saber o que faz, amadurecer com a derrota. A gente já vinha de um empate, perdemos três jogos. Em termos de desempenho, o time foi oscilante. A partida mais estável, talvez até hoje. Contra a Bolívia em outro cenário, mas tivemos também alguns vacilos. Entrega em termos de conteúdo tático, entendimento do que a gente quer, talvez tenha sido o melhor jogo (contra a Argentina). A gente entrega (o time) com uma perspectiva positiva, no ponto de vista tático, no ponto de vista emocional, tirando a expulsão. Você vislumbra coisas positivas pela frente. A gente está formando uma nova geração, jogadores que estão procurando seu espaço, e têm muito talento. Ali na frente, a gente vai colher os frutos desse trabalho". 

        Enquete
        RESULTADO DA VOTAÇÃO
        BRASIL
        EMPATE
        ARGENTINA
        Comentários (3)
        Quer comentar? Basta registrar-se!
        motivo:
        Hahahahaha
        2023-11-25 14h24m por grandejogadoor
        SEMPRE disse que esse cara era volante atacante, e agora o mesmo confirmou. . . vou pegar uma faixa e erguer com aquela famosa frase. . . " eu já sabia ". . . Cara, se for atacante que não faz gol, então vira volante, porque tá e quer ser atacante poxa, perna de pau e pirata é certeza, mas atacante não né. . . ridículo isso, um 9 da seleção dizendo isso, é lamentável, não convocaria mais, a não ser se faltasse um meio campo pra marcação, e olhe lá, até o NADA Guimarães é melhor que ele. . . .
        Centroavante volante
        2023-11-23 07h02m por JP_Tricolor
        O Gabriel Jesus é o único verdadeiro "Falso 9", pq de 9 não tem nada. O melhor dele é brigar pela bola. o Richarlison era muito bom como ponta brigador, mas tb sempre foi meio inimigo do gol. O problema é achar alguém que sabe fazer gol no Brasil, tá difícil, só tem jogador de lado de campo ciscador e velocista.
        Evolução?
        2023-11-22 12h15m por ScPKoHx
        O camisa 9 é o cara que diz que acha que o gol não é o seu ponto forte. Oh, pelo amor de Deus. Já ficava irritado com o Tite insistir nesse cara, aproveita a má fase, promove umas mudanças radicais e some com esse Gabriel Jejum daí.
        jogos em destaque
        U Terça, 21 Novembro 2023 - 21:30
        Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)
        Piero Maza
        0-1
        Nicolás Otamendi 63'

        Futebol Internacional
        Entrevista Ogol
        Atacante é destaque no Gil Vicente
        Segundo brasileiro com mais assistências no Campeonato Português, Murilo Souza vive um grande momento na carreira. Com um acesso no currículo para La Liga e dois títulos no ...

        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

        LukyMax_Santiago 26-02-2024, 13:10
        ScPKoHx 25-02-2024, 22:30
        fragajr 25-02-2024, 21:55
        AAARubra 25-02-2024, 19:38
        ScPKoHx 25-02-2024, 18:59
        LukyMax_Santiago 25-02-2024, 14:22