Siga oGol no Twitter
Empate sem gols na Colina

Cruzeiro sente desfalques, Vasco não supera limitações e 0 a 0 é inevitável

2024/06/16 20:35
E0

O Cruzeiro sentiu a falta de Matheus Pereira e Barreal, e não foi um time criativo. O Vasco esbarrou em suas próprias limitações, apesar de mostrar alguma evolução ao longo do jogo. O resultado final foi um empate sem gols em São Januário. 

O Cruz-Maltino ainda segue fora da zona de rebaixamento: tem sete pontos, ainda na frente de Corinthians, Grêmio, Criciúma, Fluminense e Vitória. Já a Raposa, com 14, está em oitavo. 

Cruzeiro sente desfalques

Destaque no último jogo, William parecia novamente uma excelente válvula de escape para o time de Seabra. Sem Piton, que passou mal pouco antes do jogo, Victor Luís começou na lateral esquerda vascaína. O lateral esteve em campo por apenas 14 minutos em 2024. A falta de ritmo de jogo seria explorada certamente. 

O Vasco, de postura reativa em um início de jogo bem abaixo tecnicamente, tentava explorar justamente o lado de William com Adson deslocado para aquele corredor. O duelo ficou concentrado por ali, sem qualidade no corredor central de ambas as partes. 

O jogo tinha um dilema: havia, por um lado, espaço para jogar. As saídas eram claras. Mas na hora de aproveitar esse espaço, faltava qualidade. A criatividade de Matheus Pereira e Barreal faziam muita falta ao time celeste. Do outro lado, sem Payet, o Cruz-Maltino foi, novamente, um deserto de ideias. 

Os goleiros só foram trabalhar perto dos 30 minutos, em chutes de fora de Lucas Silva e Victor Luís. Os donos da casa também ameaçaram em cobrança de falta de Rossi pela direita. Vegetti desviou de cabeça, e Anderson defendeu sem muitos sustos. Fora isso, nada mais aconteceu em São Januário. Foram 45 minutos de pouquíssimas emoções. 

Vasco esbarra nas próprias limitações

No segundo tempo, depois da conversa no vestiário, os times, enfim, conseguiram explorar mais os pontos fracos um do outro. O Vasco, que pouco finalizou no primeiro tempo, dobrou o número de arremates do rival na segunda parte em 15 minutos. 

Rossi se tornou boa arma ofensiva pela direita. Buscava cruzamentos sempre procurando Vegetti. Em um desses lances, Zé Ivaldo cortou de forma decisiva, já que o argentino receberia livre na área. Em outro, Vegetti conseguiu cabecear, mas fraco. 

Para seguir usando aquele lado direito, Álvaro Pacheco colocou Puma na vaga de Paulo Henrique. Após o uruguaio conseguir escanteio pela direita, Vegetti recebeu o cruzamento na área, desviou e Zé Gabriel se jogou na bola para completar. Anderson fez uma grande defesa para evitar o gol. 

A equipe celeste passou a ficar mais acuada. Errava muitos passes e tinha poucas opções na saída de jogo. Mas apesar de ter ficado mais confortável em campo, o Vasco esbarrou em suas próprias limitações e não evitou o 0 a 0. 

Enquete

RESULTADO DA VOTAÇÃO

VASCO
EMPATE
CRUZEIRO

Comentários

Quer comentar? Basta registrar-se!
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
jogos em destaque
U Domingo, 16 Junho 2024 - 18:30
Estádio Vasco da Gama (São Januário)
Rafael Rodrigo Klein
0-0
Links Relacionados

Mercado
Belga era especulado na Arábia Saudita
Em entrevista coletiva nos Estados Unidos, onde o City faz pré-temporada, Guardiola foi questionado sobre a possível saída de De Bruyne e se mostrou enfático. 

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

colorado04 22-07-2024, 18:57
ScPKoHx 22-07-2024, 09:09