Siga o instagram do oGol
      bet365
      Jogos Marcantes
      Jogos marcantes

      Botafogo 1 x 1 Santos: o polêmico título do Glorioso

      Texto por ogol.com.br
      l0
      E0

      Talvez uma das finais de Campeonato Brasileiro mais polêmicas da história tenha acontecido no dia 17 de dezembro de 1995. Depois de ter vencido no Rio por 2 a 1, o Botafogo foi ao Pacaembu precisando de um empate para ser campeão brasileiro. Conseguiu, mesmo com muita reclamação dos santistas, e voltou a ser campeão nacional. 

      O Fogão, de Paulo Autuori, teve em Túlio Maravilha o grande nome daquela campanha. Na final, não foi diferente, e o artilheiro brilhou mais uma vez. 

      As muitas polêmicas 

      As polêmicas começaram ainda no primeiro tempo. A partida foi disputada inicialmente em um clima quase que bélico, com muitas faltas e entradas duras. 

      De uma falta da canhota veio a primeira polêmica. Depois de levantamento na área e desvio de Jamir, Túlio Maravilha, impedido, dominou e colocou a bola nas redes. Márcio Rezende de Freitas validou o tento. 

      O Peixe pressionou bastante ainda no primeiro tempo, mas o empate só saiu depois do intervalo. E veio, também, com uma decisão errada da arbitragem.

      A resposta santista foi também em um lance irregular validado pelo apitador: Marquinhos Capixaba recebeu de Jamelli na ponta direita, levou com o braço e cruzou para Marcelo Passos empatar. 

      O jogo, é verdade, não foi só polêmicas. A virada paulista quase saiu com Marcelo Passos. O atacante bateu muito bem duas faltas, mas Wagner fez defesas belíssimas. 

      Em outra cobrança de Marcelo Passos, o Peixe poderia ter conquistado o título Camanducaia desviou a bola para as redes, mas Márcio Rezende anulou o lance por impedimento. O atacante, porém, estava quase um metro atrás do zagueiro botafoguense Leandro Ávila. O único gol que era para ser validado no dia, acabou anulado. 

      O Santos ainda tentou pressionar nos instantes finais, mas não conseguiu o 2 a 1. Com o polêmico empate, o Botafogo conquistou o título do Campeonato Brasileiro. 

      A final que nunca acabou 

      A decisão do Brasileiro de 1995 continou sendo assunto durante muitos anos. Personagens de todos os lados já se manifestaram sobre os lances polêmicos. 

      Camanducaia admitiu, em entrevista anos depois, que encontrou Márcio Rezende em um aeroporto mineiro e "perdoou" o apitador. O árbitro reconheceu os erros e o próprio atacante botafoguense Túlio Maravilha confessou estar impedido no gol carioca. .

      Em entrevista para oGol em 2020, ou seja, 25 anos depois do duelo, Robert desabafou sobre a influência da arbitragem no jogo que não saiu de sua memória. Titular santista naquele encontro, Robert garantiu que se houvesse VAR, tecnologia adotada pelo futebol décadas depois, o título seria santista. 

      "A arbitragem atrapalhou muito, atrapalhou 100%. Foi uma arbitragem que prejudicou. Se tivesse o VAR, a gente seria campeão. O gol do Túlio, estava impedido. O primeiro gol nosso, do empate, o Marquinhos tinha levado com a mão antes do cruzamento. O único gol que realmente seria legal, se tivesse VAR, seria o do Camanducaia", disse Robert. 

      Comentários

      Quer comentar? Basta registrar-se!
      motivo:
      EAinda não foram registrados comentários…
      jogos históricos
      U Sábado, 16 Dezembro 1995 - 21:00
      Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)
      Márcio Rezende
      1-1
      Marcelo Passos 46'
      Túlio Maravilha 24'
      Estádio
      Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)
      Lotação37000
      Medidas104x68
      Ano de Inauguração1940