Siga o canal do youtube do ogol.com.br
      bet365
      Fora do Eixo
      Daniel Genonadio

      Com o Grupo City, Bahia faz sua melhor largada no Brasileirão e tenta superar rivais nordestinos

      2024/06/08
      E0
      Fora do Eixo é um espaço para falar de clubes muitas vezes excluídos dos debates de futebol, para comentar seus momentos e destaques.

      Diferente do ano passado, em 2024, os torcedores do Bahia têm motivo de sobrar para sorrir na largada do Brasileirão. O Tricolor, do técnico Rogério Ceni e agora comandado pelo Grupo City, soma até aqui 14 pontos nas sete primeiras rodadas e está na segunda posição, atrás do líder Flamengo apenas no saldo de gols. Esse é o melhor início do Esquadrão na Série A e a terceira melhor campanha de um clube nordestino até a rodada em questão no campeonato de pontos corridos, conforme levantamento feito pela coluna. 

      O Bahia ficou de fora da primeira divisão do futebol brasileiro entre 2004 e 2010, voltando a atuar somente em 2010. Na Bahia, esse período foi batizado pelos torcedores como "Época das Trevas". Atuando então na sua 12ª participação nos pontos corridos, o Tricolor tem até aqui o seu melhor início de campanha. Nunca terminou na primeira página da tabela e acumula três rebaixamentos (2003, 2014 e 2021).

      Antes disso, o melhor início do Bahia havia sido em 2019, quando tinha 13 pontos em sete rodadas e estava no 7º lugar. Comandado por Roger Machado naquele ano, o Tricolor fez um ótimo primeiro turno, com 31 pontos. No entanto, caiu de produção na segunda metade do campeonato e acabou com apenas 49 pontos, em 11º. 

      Já em 2020 e 2021, o Bahia também teve boas largadas, com 11 pontos conquistados e no 7º e 5º lugar, respectivamente. No entanto, a queda de produção aconteceu ainda cedo e 2021 foi ano do último rebaixamento. 

      Repleto de expectativas em relação ao Grupo City e ao alto investimento feito, o Bahia também tem como missão viver um ano mais tranquilo e de presença no topo da tabela do Brasileirão. Em 2023, com o técnico Renato Paiva, a campanha foi bastante ruim. Na sétima rodada, o Tricolor somava apenas 7 pontos e estava no 13º lugar. A diferença foi tão brutal, que só foi chegar a 14 pontos na 16º rodada, ou seja, com nove jogos a mais do que tem hoje. A salvação do rebaixamento só veio na última rodada, já sob o comando de Ceni. 

      Disputa com os rivais

      Apesar do bom início, o Bahia ainda não faz a melhor campanha de um time nordestino. O Tricolor está atrás dos feitos do Ceará, em 2010, e Sport, em 2015, considerando o campeonato até a sétima rodada. 

      Na ocasião, o Ceará tinha 17 pontos e estava no segundo lugar, atrás do Corinthians apenas por ter uma vitória a menos. Naquele ano, o Vozão, com seu time de jogadores operários, somou apenas mais 8 pontos até o final do primeiro turno e acabou o Brasileirão na modesta 12ª colocação, com 47 pontos. 

      O desafio maior para o Bahia está em superar o Sport de 2015. Até a sétima rodada, o Leão tinha 15 pontos e estava na 3ª colocação. A boa fase perdurou por mais tempo e o clube pernambucano liderou o Brasileirão na 9ª e 10ª rodada. Faltou regularidade para disputar o título, mas terminou em sexta, com 59 pontos. 

      Outras boas campanhas que o Bahia pode levar como objetivo a ser batido na disputa entre os rivais da região são do Vitória em 2013 e do Fortaleza em 2021. O Leão fez 59 pontos e acabou na 5ª posição. Já o Tricolor do Pici, com 58 pontos, terminou em 4º e garantiu uma vaga na Libertadores, hoje o sonho do Esquadrão Baiano. 

      Veja as melhores campanhas nordestinas até a 7ª rodada: 

      2003: Vitória - 8 pontos, no 17º lugar

      2004: Vitória - 10 pontos, no 10º lugar

      2005: Fortaleza - 7 pontos, no 17º lugar

      2006: Fortaleza - 8 pontos, no 14º lugar

      2007: Sport - 5 pontos, no 18º lugar

      2008: Vitória - 11 pontos, no 7º lugar

      2009: Vitória - 13 pontos, no 3º lugar (terminou em 13º, com 48 pontos)

      2010: Ceará - 17 pontos, no 2º lugar (Terminou o primeiro turno com 25 pontos e o campeonato com 47 pontos, em 12º). Ceará em 2010 ficou com 18 pontos na 9º rodada, Bahia pode igualar ou ultrapassar 

      2011: Bahia - 8 pontos, no 13º lugar

      2012: Sport - 8 pontos, no 11º lugar

      2013: Vitória - 13 pontos, no 2º lugar (terminou em 5º, com 59 pontos)

      2014: Sport - 10 pontos, no 10º lugar

      2015: Sport - 15 pontos, no 3º lugar (terminou em 6º, com 59 pontos). Sport em 2015 chegou a liderar o Brasileirão na 9ª e 10ª rodada, com 19 e 22 pontos

      2016: Vitória - 9 pontos, no 13º lugar 

      2017: Bahia - 10 pontos, no 6º lugar

      2018: Sport - 11 pontos, no 9º lugar

      2019: Bahia - 13 pontos, no 7º lugar (terminou em 11º, com 49 pontos)

      2020: Bahia - 11 pontos, no 7º lugar

      2021: Bahia - 11 pontos, no 5º lugar (acabou rebaixado)

      2022: Ceará - 8 pontos, no 15ª lugar

      2023: Fortaleza - 10 pontos, no 11º lugar

      2024: Bahia - 14 pontos, no 2º lugar.



      Comentários

      Quer comentar? Basta registrar-se!
      motivo:
      EAinda não foram registrados comentários…

      ARTIGOS DO MESMO AUTOR

      A Série B do Campeonato Brasileiro vai proporcionar neste sábado, 15, um confronto mais do que especial e, além de tudo, inédito (pelo menos no Brasil). Nelsinho ...
      15-06-2024 10:11
      Campeão da Série B e de volta à primeira divisão depois de seis anos, o Vitória levou um baque gigante nas primeiras rodadas da Série A e vai chegar a ...
      24-05-2024 21:26
      Numa das cenas mais impactantes do futebol brasileiro na última semana, o atacante Marinho chorou abertamente, sem medo das câmeras. O atacante que foi o Rei da América de 2020 ...
      18-05-2024 20:43