Siga oGol no facebook
história
Biografia Treinadores

Rinus Michels: o arquiteto do Futebol Total

Texto por Carlos Ramos
l0
E0
O holandês Rinus Michels, nascido Marinus Jacobus Hendricus Michels, em 9 de fevereiro de 1928, teve uma sólida carreira como jogador, chegando na seleção holandesa, mas foi como técnico que deixou marcado seu nome na história. 

Como atleta, Michels começou jovem, ainda com 12 anos, nas divisões de base do Ajax. Como profissional, atuou mais de uma década pelo clube de Amsterdã, o único que defendeu na carreira. Aprendeu muitas lições com o técnico inglês Jack Reynolds, e gostava de conversar com o mesmo sobre táticas. 

Campeão holandês em duas ocasiões, Rinus chegou na seleção holandesa, mas sem jogar uma Copa pelo país. Teve de se aposentar ainda jovem, devido a problemas nas costas. 

Mesmo enquanto atuava, Michels prosseguia seus estudos. Se graduou em educação física e começou a dirigir equipes amadoras no início da década de 1960. 

Em seu início de trajetória como técnico, já tentava aplicar conceitos de Reynolds. Contextualizando: o técnico inglês ficou marcado pela disciplina tática de seus comandados. 

Michels queria um time disciplinado, sim, mas com uma maior intensidade e movimentação em campo. Em 1965, voltou para o Ajax, agora como técnico, tentando colocar fim a uma seca de títulos do time. 

O arquiteto do futebol total

Em Amsterdã, encontrou Johan Cruyff, que começava no futebol. Foi o casamento perfeito. O Futebol Total começou a ser escrito: uma filosofia de jogo que ia de encontro a tudo o que existia. 

A inovação de Michels desenvolvida em Amsterdã colocou fim a posições imutáveis em campo: os jogadores do Ajax se adaptavam ao que era necessário em campo, estando onde era necessário, no momento necessário. Os espaços deixados eram logo ocupados por outros jogadores, em uma máquina que se movia constantemente, com disciplina, mas nunca na mesma lógica. Os adversários ficavam confusos. 

Assim, Michels ganhou quatro títulos holandeses, além da Liga dos Campeões. Implantou o mesmo sistema no Barcelona, onde foi campeão espanhol e duas vezes da Copa do Rei, e ganhou ainda a Copa da Alemanha com o Colônia. 

Michels comandou uma das maiores seleções holandesas de todos os tempos, com os irmãos Koeman, Frank Rijkaard, Marco van basten, Ruud Gullit e companhia, colocando o país no topo da Europa em 1988. 

Se despediu do futebol na Eurocopa seguinte, em 1992, perdendo para a "Dinamáquina" na semifinal, nos pênaltis. O Futebol Total seguiu na história, influenciando gerações seguintes - foi de seu pupilo, Cruyff, até chegar em Guardiola. Michels faleceu em 03 de março de 2005, por complicações de uma cirurgia cardíaca. 

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados