Siga oGol no Twitter
história
Biografia Jogadores

Luís Figo: o príncipe português

Texto por ogol.com.br
l0
E0
Capaz de trocar Barcelona e Real Madrid com sucesso e eleito o melhor do mundo tanto pela Fifa quanto pela France Football, Luís Figo foi um dos grandes craques portugueses de todos os tempos, destacado entre Eusébio e Cristiano Ronaldo (já tendo jogado com CR7). 

Nascido em 04 de novembro de 1972, Figo é de Cova de Piedade. Do outro lado do Rio Tejo estava Lisboa, e ainda na base o luso deixou o clube de Almada para cruzar o rio e atuar nas divisões de base do Sporting, um grande português. 

Antes de chegar ao profissional, Figo já era uma imensa promessa portuguesa. Na base da seleção portuguesa, foi campeão europeu e mundial. Estreou no dia 01 de abril de 1990 como profissional do Sporting, e se mostrou uma das maiores verdades do futebol luso. 

Afirmação vem das mãos de um brasileiro 

Depois do Mundial S20 de 1991, Luís Figo conseguiu se firmar no Sporting nas mãos de um brasileiro. Marinho Peres, ex-jogador de Portuguesa, Santos, Barcelona, Inter, Palmeiras e América, conduziu Figo em sua primeira temporada de mais protagonismo pelos Leões. 

Mesmo marcando só um gol em 38 jogos, Figo impressionou a todos em Portugal e passou a ser chamado para a seleção portuguesa principal. Com a chegada de Carlos Queiroz no comando, os jovens da chamada Geração de Ouro portuguesa ganharam espaço, entre eles Figo.

As transferências polêmicas 

Figo ficou marcado não só pelo futebol, mas pelas transferências polêmicas. A começar da primeira de todas, em 1995, quando deixou o Sporting para jogar no Barcelona. Torcedores do Sporting chegaram a ameaçar o jogador, e dirigentes o acusaram de má conduta. 

Figo teria assinado por dois clubes na Itália: Parma e Juventus. Com o vazamento da informação, o jogador mudou de rota e acabou se transferindo para a Catalunha, depois de o Barcelona ter vencido a concorrência do Real Madrid. 

O sucesso na Catalunha foi tremendo: Figo foi o craque do time, chegou a ser capitão e teve suas temporadas mais goleadoras. Em 1997, ganhou a Recopa da Europa e a Supercopa, sendo o melhor jogador de La Liga e bicampeão com o clube. 

Craque na Catalunha, e figura importante para Portugal na campanha semifinalista da Eurocopa de 2000, Figo protagonizou outra transferência polêmica, dessa vez ainda mais, ao deixar o Barcelona e assinar com o maior rival, o Real Madrid. O jogador foi considerado "traidor" na Catalunha, mas virou um galáctico na capital. 

Galáctico no topo do mundo

Polêmicas à parte, Figo deu um salto ao trocar o Camp Nou pelo Santiago Bernabéu. Logo no primeiro ano, foi campeão espanhol e marcou dez gols e deu 11 assistências. Ganhou, ali, o título de melhor jogador do mundo, chegando ao ápice da carreira. 

Na temporada seguinte, o meia atingiu o que não havia conseguido na Catalunha: o título da Liga dos Campeões. Na semifinal, reencontrou o Barça e deixou os Blaugrana pelo caminho, confirmando a conquista com vitória sobre o Leverkusen na decisão. 

Figo era imprescindível também para a seleção portuguesa, e foi o capitão do time na Eurocopa de 2004, disputada em solo português. O capitão, junto com Deco, Cristiano Ronaldo, Maniche, Pauleta e companhia, levou o time até a final, mas não evitou a derrota para a Grécia, na sua Lisboa. 

Figo teve destaque também na campanha portuguesa na Copa de 2006. Novamente capitão, vai com o time até a semifinal, mas acaba eliminado pela França e se despede da seleção portuguesa depois de 127 jogos e 32 gols (nenhum tento, porém, em Copas). 

Milão e o fim 

Nos tempos da Copa de 2006, Figo já havia deixado Madri para atuar em Milão. A Internazionale foi o último clube do meia, que teve duas boas temporadas, e outras duas de menos destaque e aparições em campo. 

Ainda deu tempo de o craque somar quatro títulos italianos, em uma Inter que era soberana no país. Na última rodada do Italiano em 2009, no jogo da festa no Giuseppe Meazza, Figo deixou o campo perto do intervalo para nunca mais voltar. Deixou, também, saudade. Principalmente nos torcedores portugueses. 

Fotografias(40)

Lista
Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados