Siga oGol no Twitter
        1xBet
        Jogos marcantes
        Jogos marcantes

        Bayern 8 x 2 Barcelona: o tombo histórico e o fim de uma era

        Texto por Ryann Gomes
        l0
        E0

        No dia 14 de agosto de 2020, em um ano da pandemia que parou o mundo, Bayern de Munique e Barcelona decidiram um lugar na semifinal da Liga dos Campeões em Lisboa. O jogo foi um verdadeiro massacre bávaro, com um 8 a 2 inesquecível, que marcou o fim de uma era no Camp Nou. 

        A atuação bávara foi absolutamente irresistível, e tão eficiente quanto a Alemanha foi contra o Brasil no 7 a 1. O Barcelona caiu sem forças para levantar, e um Lionel Messi cabisbaixo viu ali que seu futuro no clube estava no fim (e não só ele). 

        O jogo ainda teve requintes de crueldade: Philippe Coutinho, emprestado pelo Barça ao Bayern, entrou na reta final e ainda encontrou tempo para dar uma assistência e fazer dois gols. O que foi um sonho para uns, acabou em pesadelo para outros. 

        Como foi o passeio alemão

        O duelo foi animado desde o início e não demorou muito a ter gols. Logo aos três minutos, Perisic recebeu pela esquerda, levantou a cabeça e serviu Müller na entrada da área. O camisa 25 tabelou com Lewandowski e, de perna esquerda, mandou para o fundo das redes.

        Sem tempo para piscar, o Barça foi ao ataque e buscou o empate. Aos oito, Alba recebeu cruzamento em profundidade, invadiu a área e tentou cruzar para Suárez. Alaba apareceu para cortar, mas acabou mandando contra o próprio patrimônio e enganou o goleiro Neuer. Pouco depois, a virada catalã não veio por detalhe. Suárez parou em Neuer, e Messi, na tentativa de cruzamento, acertou a trave. O começo foi de jogaço para os dois lados, mas aos poucos a parte alemã começou a sobressair.

        Apesar das oportunidades criadas, o Barcelona não conseguiu impor seu jogo. O time de Munique, de forma sufocante, se acampou no campo ofensivo e não permitiu a saída de bola adversária. A marcação pressão dos bávaros deu muito certo. Gnabry roubou bola de Sergi Roberto na intermediária e serviu Perisic. O croata invadiu a área e chutou cruzado. Ter Stegen tentou a defesa, mas em vão: 2 a 1 para o Bayern.

        Da metade para o fim da primeira etapa, o que aconteceu foi um impiedoso atropelo bávaro. Sobrando em campo, a equipe comandada por Hans-Dieter Flick simplesmente 'engoliu' o time blaugrana. Aos 26, Thiago Alcântara achou Goretzka, que deu passe primoroso para Gnabry marcar o terceiro. Não parou por aí. Como um rolo compressor, Kimmich aproveitou sobra na direita e cruzou para Müller anotar o quarto. Acredite se quiser! Um verdadeiro passeio alemão em Lisboa.  

        A crueldade de Coutinho no massacre

        Na volta do intervalo, o panorama seguiu o mesmo. Com imensa superioridade, o time alemão foi amontoando chances para aplicar uma goleada ainda maior. Aos Lewa chegou a marcar o dele, mas o lance acabou anulado por conta de um impedimento de Müller na jogada.

        Respirando por aparelhos, o Barcelona ainda conseguiu marcar o segundo. Aos 11, Jordi Alba avançou pela esquerda e serviu Suárez. O uruguaio chamou Boateng para dançar e, de perna esquerda, mandou para dentro.

        A esperança espanhola durou pouquíssimo. Minutos depois, Alphonso Davies fez o que quis com Semedo pela esquerda, invadiu a área e rolou no capricho para Kimmich, que só empurrou para o gol: 5 a 2.

        Quem fez o baile se tornar ainda mais histórico foi o brasileiro Coutinho. Envolvido em polêmica de mercado com os dois times, o meia entrou na segunda etapa e contribuiu para a maior derrota sofrida pelo Barcelona na história da Liga dos Campeões.

        O ex-jogador do Barcelona deu uma assistência para Lewandowski para o sexto e, pasmem, marcou o sétimo e o oitavo, dando números finais a uma das goleadas mais inesquecíveis da história do futebol europeu. 

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        jogos históricos
        U Sexta, 14 Agosto 2020 - 16:00
        Estádio do Sport Lisboa e Benfica
        Damir Skomina
        2-8
        Luis Suárez 57'
        Thomas Müller 4' 31'
        David Alaba 7' (g.c.)
        Ivan Perisic 21'
        Sèrge Gnabry 27'
        Joshua Kimmich 63'
        Robert Lewandowski 82'
        Philippe Coutinho 85' 89'
        Estádio
        Estádio do Sport Lisboa e Benfica
        Lotação64642
        Medidas105x68m
        Ano de Inauguração2003