Siga o instagram do oGol
        1xBet
        Biografia
        Biografia Jogadores

        Kevin Keegan: O Mighty Mouse

        Texto por Rodrigo de Brum
        l0
        E0

        Um dos maiores ídolos da história do Liverpool, idolatrado no futebol alemão. Kevin Joseph Keegan é um dos gigantes do futebol inglês e com uma trajetória das mais interessantes no futebol.

        Depois de começar na quarta divisão da Inglaterra, Keegan deu o salto para o gigante Liverpool e não parou por aí. Ele se tornou uma estrela na Terra dos Beatles, sendo tricampeão inglês e levantando o troféu da Liga dos Campeões. O brilho foi tamanho que o atacante aceitou se mudar para o Hamburgo, da Alemanha, onde recebia um dos maiores salários do futebol.

        Por lá, tornou-se o Mighty Mouse, ou o Incrível Rato, pela forma em que mesmo com 1,69m de altura deixava os gigantes alemães na saudade. 

        Ele ainda voltaria à Inglaterra para se despedir do futebol na Terra da Rainha e seria técnico de importantes clubes do país e, também, da seleção da Inglaterra.

        O início

        Keegan começou sua carreira no futebol no Scunthorpe United. Depois de alguns anos no clube, ele subiu ao elenco principal em 1968, com 17 anos. O fato de iniciar no Scunthorpe, à época na quarta divisão inglesa, ajudaria e muito na sua ética de trabalho e formação como atleta.

        Após três temporadas, Keegan, que já era monitorado por clubes da primeira divisão inglesa, decidiu aceitar a proposta do Liverpool de Bill Shankly. Assim o técnico descreveria a contratação de Keegan junto ao Scunthorpe por somente 35 mil libras: 'Roubo com violência'.

        Sob o comando do 'Senhor Liverpool', Keegan entraria em um rígido regime de treinamentos e dieta. O já conhecido trabalho duro de Keegan foi rapidamente reconhecido pelo técnico, que daria muitas oportunidades ao atleta logo na chegada aos Reds.

        A superestrela do Liverpool

        A estreia de Kevin Keegan pelos Reds aconteceria logo na primeira rodada do Campeonato Inglês de 1971. E ele precisou de apenas 12 minutos para marcar pela primeira vez por sua nova equipe. 

        O primeiro ano, onde os Reds não levantaram troféus, seria a fundação dos anos que viriam a seguir. Na temporada 1972/73, o clube sagrou-se campeão inglês e também europeu na Copa Uefa, dobradinha nunca obtida pelo Liverpool até então.

        Mas o grande momento ainda estava por vir. Ele chegou na temporada 1976/77. Tido como um dos melhores atacantes do mundo, Keegan anunciou durante esse período que deixaria o clube na temporada seguinte.  

        O título que o Liverpool perseguia há muitos anos chegou. No estádio Olímpico de Roma, os Reds venceram os alemães do Borussia Monchengladbach por 3 a 1. Keegan fez boa partida e sofreu um pênalti.  Enfim, o time da terra dos Beatles faturava a Liga dos Campeões da Europa. Curiosamente, o próximo destino de Keegan seria a Alemanha.

        A consagração do Mighty Mouse em Hamburgo

        Tricampeão inglês e também da Europa, Keegan sentia que o seu ciclo no futebol estava completo. Tentando se afastar do caminho mais óbvio, o atacante acertou com o Hamburgo, da Alemanha.

        Na chegada, confessou o sonho de ter um milhão de libras antes de fazer 30 anos. A ida para outro país ajudava nesse plano, já que no Hamburgo, Keegan recebia um dos maiores salários do futebol europeu.

        O início na Alemanha foi complicado e, segundo os relatos da época, Keegan teria sido boicotado pelos companheiros de Hamburgo no primeiro ano por conta de sua personalidade e estilo de jogo. Ainda assim, ele venceria o prêmio da Bola de Ouro da France Football em 1978.

        Superada a crise, o Hamburgo e Keegan capitanearam o que tinham de melhor. A conquista da Bundesliga viria a seguir, em 1979, com Keegan em posição de destaque para faturar mais uma vez o prêmio de melhor jogador do futebol europeu.

        A Liga dos Campeões, no entanto, ficaria no quase. Na decisão, o Hamburgo caiu para o Notingham Forrest. Conhecido na Alemanha como o Mighty Mouse, algo como o Poderoso Rato, pela sua baixa estatura diante dos jogadores alemães, Keegan acertaria seu retorno à Inglaterra.

        Volta para casa

        Aos 29 anos, Keegan anunciou que deixaria o Hamburgo. Muitas equipes ao redor da Europa sondaram o atleta, mas Keegan tinha outras ideias. Ele decidiu aceitar a proposta do Southampton para jogar ao lado de jogadores como Mick Channon, Alan Ball, Phil Boyer e Charlie George.

        Na temporada 1981/82 o clube do sul da Inglaterra brigou pelo título nacional até as últimas rodadas. Porém, a boa campanha caiu por terra nas últimas dez rodadas, quando o Southampton venceu apenas dois jogos no período.

        Ele encerraria a carreira no Newcastle United. Keegan ajudou o clube a subir para a primeira divisão da Inglaterra e, ao fim da temporada 1983/84, anunciou que pendurava as chuteiras.

        Pela seleção, Keegan disputou a Eurocopa de 1980 e o Mundial de 1982. Foram 63 partidas disputadas e 21 gols marcados.

        Carreira como técnico

        Apesar de dizer à época de sua aposentaria que não voltaria ao futebol, Keegan assumiu o Newcastle, como técnico, em 1991/92.

        Depois de salvar a equipe do rebaixamento, Keegan guiou os Magpies ao título no ano posterior e, consequentemente, de volta à elite do futebol inglês.

        Ele ainda seria técnico do Fulham, do Manchester City, e também da seleção da Inglaterra entre as temporadas de 1998/99 e 1999/00. A eliminação ainda na primeira fase da Eurocopa de 2000 acabou por ser o fim da linha, com Keegan pedindo demissão do cargo. 

        O último trabalho de Keegan como treinador ocorreu na temporada 2008/09, novamente no Newcastle.

        D

        Fotografias(2)

        kevin keegan,jogador,john toshack
        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados