Siga oGol no facebook
        1xBet
        Biografia
        Biografia Jogadores

        Alan Shearer: 'o senhor gol' do futebol inglês

        Texto por Ryann Gomes
        l0
        E0

        Torcedor do Newcastle de alma e coração, Alan Shearer foi um dos maiores atacantes da história do futebol inglês, batendo o recorde de gols na Premier League, com a expressiva marca de 260 tentos em 441 jogos. Ao longo de sua trajetória, defendeu apenas três clubes: Southampton, Blackburn Rovers e o seu Newcastle United. 

        Predestinado desde o colegial

        Alan Shearer nasceu em Gosforth, em Newcastle upon Tyne, norte de Inglaterra, no dia 13 de agosto de 1970, filho de Alan e Anne Shearer. O seu pai, trabalhador da indústria metalúrgica, apoiou o pequeno Alan a jogar futebol desde a sua infância.

        Estudante na Gosforth Central Middle School e mais tarde na Gosforth High School, aprendeu a jogar futebol nas ruas da sua cidade, e jogava na equipe da escola, onde atuava como meio-campista. Capitão da seleção das escolas de Newcastle, liderou seu time uma vitória num torneio de futebol de sete em St James Park.

        Depois de ter se destacado no torneio, Shearer se inscreveu no time juvenil do Wallsend Boys Club, antes de ser descoberto por olheiros do Southampton. Enquanto treinava e estudava, fez treinos de captação no West Bromwich Albion, Manchester City e Newcastle United, mas seria o Southampton que iria o contratar, em abril de 1986.

        Southampton

        Após duas temporadas nas categorias de base, Alan Shearer foi promovido aos profissionais. A sua estreia no time principal aconteceu em Stamford Bridge, em 26 de maio de 1988, num jogo contra o Chelsea, em que entrou no segundo tempo. 

        Poucos podiam imaginar o impacto que o jovem teria somente duas semanas mais tarde, quando o Southampton recebeu o Arsenal no The Dell e venceu por 4 a 2, com um hat-trick do jovem atacante que, com 17 anos e 240 dias de idade, se tornou o mais jovem jogador a marcar três gols em um único jogo na elite inglesa, batendo o recorde de Jimmy Greaves, que durava há mais de 30 anos.

        Na segunda temporada, porém, Alan não teve grandes oportunidades e só participou de dez partidas. Só a partir do ano seguinte que o atacante começou a ganhar gradualmente o seu lugar no setor ofensivo dos Saints, ao lado de Rod Wallace e Matt le Tissier. A sua força física e capacidade de segurar a bola tornaram-se fundamentais no jogo da equipe.

        Em 1992, atentos ao seu desenvolvimento, os dirigentes do Blackburn Rovers desembolsaram cerca de 3,6 milhões de libras, um valor impressionante à época, que transformaram Alan Shearer no jogador mais caro do futebol inglês.

        Blackburn e Shearer, casamento perfeito

        No ano da estreia do goleador, o Blackburn terminou o Inglês em quarto lugar, atrás do campeão Manchester United, do Aston Villa e Norwich City. Uma lesão o tirou de campo por metade da temporada, mas mesmo assim os seus 16 gols em 21 jogos mostravam ao que veio em Blackburn. No campeonato seguinte, a força e pontaria do seu arremate fizeram tremer as redes adversárias por 31 vezes em 40 ocasiões.

        Já na terceira temporada, Shearer teve a companhia de Chris Sutton com quem formou uma dupla fulminante, que ficou conhecida como The SaS (Shearer and Sutton). A parceira deu tão certo que os 34 gols de Alan, somados aos 15 de Sutton, valeram a conquista do título aos Rovers na última rodada.

        Um ano depois, o Blackburn foi incapaz de defender o título, terminando num decepcionante sétimo lugar, todavia, os 31 gols marcados por Shearer, valeram, pela segunda temporada consecutiva, o título de maior goleador da Liga Inglesa. Na Liga dos Campeões, no entanto, Shearer não obteve o mesmo sucesso e só anotou um gol numa vitória em casa sobre o Rosenborg. O Blackburn acabou em terceiro lugar no seu grupo, sendo eliminado logo na primeira fase.

        Euro 96

        Uma lesão quase o deixou fora do Euro 96, mas o artilheiro de Newcastle chegou em grande forma ao Campeonato da Europa. Marcou um gol na estreia com Suíça e mais um no jogo contra a Escócia e voltou a balançar as redes no confronto com a Holanda.

        A Inglaterra encantava. Shearer era uma máquina demolidora, seguido por Sheringham, numa equipa onde brilhava o gênio de Paul Gascoigne e a velocidade de Steve McManaman.

        Apesar dos quatro gols na primeira fase, Shearer passou em branco nas quartas de final, num empate sem gols com a Espanha. Já nas semifinais, o goleador deixou o seu contra Alemanha, mas a seleção inglesa acabou eliminada nos pênaltis. Mesmo com a derrota, Alan Shearer se sagrou o grande artilheiro da competição. 

        Volta para casa

        Após a Eurocopa, Shearer esteve muito perto de assinar com o Manchester United. Alex Ferguson admirava o seu estilo de jogo e contava com ele para o ataque dos Red Devils, mas o Newcastle apareceu na jogada e apelou ao coração de Alan. Não teve jeito, o artilheiro assinou pelo Newcastle, que nessa temporada lutou ponto a ponto com o United pela liderança da Liga, com o clube do nordeste da Inglaterra pagando a bagatela de 15 milhões de libras ao Blackburn Rovers, um recorde no futebol mundial, mais um...

        Nos Magpies conseguiria apenas o vice-campeonato na época de estreia, além de duas finais perdidas da FA Cup, um fraco aproveitamento diante de tantos gols marcados ao serviço do clube do seu coração. Foram 206 gols em 405 jogos.

        Durante dez temporadas tornou-se a cara do clube, se transformando no maior goleador da história do Newcastle. Em 2004, foi escolhido por Pelé, maior jogador de futebol da história, para o FIFA 100, como um dos melhores jogadores de todos os tempos.
         
        Shearer pendurou as chuteiras em 2006, com 400 gols, incluindo 13 hat-tricks na Premier League. Fora do gramado, o ex-goleador se tornou comentarista esportivo e chegou a treinar o Newcastle em 2009, quando ajudou seu clube do coração a escapar do rebaixamento.

        D

        Fotografias(6)

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…