Siga oGol no Twitter
          1xBet
          Biografia
          Biografia Jogadores

          Raymond Kopa: o Napoleão do Futebol

          Texto por ogol.com.br
          l0
          E0

          Raymond Kopa é conhecido como o "Napoleão do Futebol" não apenas por sua personalidade forte e baixa estatura, como também, e talvez principalmente, por sua habilidade de conquistar o mundo. 

          Kopa nasceu em 13 de outubro de 1931, vindo de uma família de mineiros em uma pequena aldeia de Pas-de-Calais, perto da fronteira da França com a Bélgica. Era descendente de imigrantes poloneses, que acharam no país um refúgio da guerra. Teve uma infância pobre e de muitas dificuldades. 

          Quando criança, achava no futebol o refúgio para uma vida acadêmica difícil. Jogava com outros filhos de mineiros imigrantes e se destacava pela habilidade. 

          Roubou sua primeira bola, como ele próprio confessou anos mais tardes, de soldados nazistas. Tentava sobreviver em um mundo que vivia um caos e superava tudo, e todos, com a bola nos pés. 

          Seguiu na adolescência tentando achar seu espaço na sociedade. Um olheiro do Angers o viu em um teste e chamou para defender o clube. O menino Kopaszewski virou somente Kopa no clube, e se destacou bastante. 

          Se mudou para o Stade Reims depois de duas temporadas e lá começou a conquistar o mundo. Fez parte de Le Grand Reims, grande time francês da década de 1950, uma equipe marcada pelo jogo bonito. 

          Tentou conquistar pelo clube não somente a França, como também a Europa. Chegou na decisão da primeira Liga dos Campeões da história contra o Real Madrid, mas não evitou a derrota por 4 a 3 para os Merengues

          O Napoleão do Futebol

          O jogo não rendeu a Kopa o titulo, mas sim uma vaga na equipe blanca. Aí, sim, Kopa virou o Napoleão do Futebol, conquistando um tricampeonato europeu em um dos grandes times da história do esporte. No último título, Kopa teve de bater o seu Reims. 

          A trajetória em Madri o incentivou a tentar conquistar o mundo. Pouco participativo na Copa de 1954, o habilidoso atacante foi protagonista na seleção francesa que chegou na semifinal da Copa de 1958. 

          Na semifinal, justamente, enfrentou o Brasil de Pelé. Kopa, Just Fontaine e companhia não conseguiram fazer frente ao Rei, que fez três a dois e os brasileiros acabaram campeões. 

          Depois de ter ganhado a Bola de Ouro em Madri, Kopa voltou ao Reims em 1959. Foi quando teve sua temporada mais goleadora, com 15 gols em 41 jogos. 

          Com boas temporadas e dois títulos franceses, Kopa voltou a ser finalista da Bola de Ouro. O que não conseguiu foi dominar a Europa com o seu Reims... 

          O fim da carreira, entretanto, não teve brilho, com o Reims rebaixado e com dificuldades financeiras. O legado de Kopa, entretanto, nunca foi esquecido: em 2004, na celebração o centenário da Federação Francesa, o atacante foi eleito o terceiro maior jogador do país, atrás apenas de Platini e Zidane. 

          D

          Fotografias(4)

          Raymond Kopa
          Raymond Kopa
          Lista
          Comentários (0)
          Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
          motivo:
          EAinda não foram registrados comentários…
          Links Relacionados