Siga o canal do youtube do ogol.com.br
        1xBet
        Jogos marcantes
        Jogos marcantes

        Santos 7 x 6 Palmeiras: um dos jogos mais espetaculares do futebol brasileiro

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        O Pacaembu estava quente no dia 06 de março de 1958. O verão já estava indo embora, mas ainda assim São Paulo sofreu com o forte calor. Mas a noite foi de futebol, e foi de um dos clássicos mais inesquecíveis da história. Pelo menos para quem viu. 

        Já poderia ser um jogo inesquecível por contar com o grande time da história do Santos, o grande time da história do futebol brasileiro. Mas o Palmeiras, comandado por Oswaldo Brandão, também viveu um dia especial, com uma atuação de fazer frente ao time da Vila Belmiro. 

        Para contextualizar um pouco mais: o jogo era válido pelo Torneio Rio-São Paulo. Mesmo favorito, o Santos vinha de um tropeço no Botafogo, enquanto o Palmeiras havia vencido Fluminense e Vasco. O Rio São-Paulo daquele ano era o primeiro torneio da temporada, antes do Campeonato Paulista. 

        Era ano de Copa do Mundo, o ano que o mundo todo ouviria falar de Pelé, o Rei do Futebol. Antes disso, o Pacaembu viu Pelé, ainda menino. Viu do outro lado Altafini Mazzola, que também seria campeão do mundo naquele ano e mais tarde se tornaria ídolo na Itália.

        Mas quem abriu o placar foi o desconhecido ponta Urias, contratado pelo Verdão junto ao Rio Preto. Um gol palmeirense também não era algo esperado pelo Pacaembu. No minuto seguinte, o menino Pelé empatou. Virou, então, um passeio santista. 

        Pagão virou e, apesar de Nardo ter marcado para os palestrinos, o Peixe chegou a abrir 5 a 2 (Dorval, Pepe e de novo Pagão). Esse ataque santista, por sinal, fez tremer o zagueiro Valdemar Carabina, que escreveria uma história de mais de uma década com a camisa alviverde. 

        Mas Oswaldo Brandão, um dos grandes técnicos da história palmeirense, mudou o time no intervalo. Vitor entrou junto com o uruguaio José Caraballo. O 5 a 2 virou 6 a 5, em uma das viradas mais incríveis já registradas. Mazzola marcou dois gols, Paulinho também anotou o dele e Urias voltou a balançar as redes. 

        Só que Pepe apresentou a reação santista. O Canhão da Vila, que também estava começando a carreira, como Pelé, fez a reviravolta com gols já perto do fim e o placar acabou em 7 a 6. Foi um jogo inesquecível no Pacaembu. 

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        jogos históricos
        U Quinta, 06 Março 1958 - 00:00
        Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)
        João Etzel Filho
        7-6
        Pelé 21'
        Pagão 25' 44'
        Dorval 32'
        Pepe 38' 85' 87'
        Urias 20' 79'
        Nardo 26'
        Paulinho 61' (pen.)
        Mazzola Altafini 64' 72'
        Estádio
        Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)
        Lotação37000
        Medidas104x68
        Ano de Inauguração1940