Siga oGol no facebook
        1xBet
        Biografia
        Biografia Jogadores

        Tony Adams: o capitão gunner

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        Tony Adams só vestiu duas camisas a carreira inteira: a do Arsenal e a da seleção inglesa. Feliz com ambas, marcou história no futebol britânico durante mais de duas décadas de conquistas e grandes atuações. 

        Tudo começou no início da década de 1980 quando o ainda menino Adams ingressou nas categorias de base do Arsenal. Do clube londrino, não saiu. A primeira temporada como profissional foi em 1983/84, com aparições esporádicas na liga daquele ano. 

        No início de carreira, Adams sofreu com problemas com a bebida. Conviveu com polêmicas fora do campo e chegou a ser condenado a prisão depois de dirigir bêbado, cumprindo parte da pena na cadeia. O jogador confessou que participava de campeonatos de bebida depois de partidas no ônibus do clube. 

        Entre uma polêmica e outra, o zagueiro, com personalidade, conseguiu se firmar no Arsenal. Em 1986 já era titular e em 1988 se tornou capitão. No ano seguinte, levantou o Campeonato Inglês, primeiro título nacional pelo clube. 

        Adams passou a ser figura presente também na seleção inglesa, já participando da Eurocopa de 1988. Três anos depois disso, em 1991, foi campeão inglês pela segunda vez, titular sempre que disponível para o técnico escocês George Graham. 

        Ainda com Graham, Adams conquistou seu único título internacional nos Gunners, o da Recopa da Europa de 1994. A conquista veio depois de vitória magra sobre o Parma, em Copenhagen. 

        Chegada de Wenger e a criação de uma lenda 

        A chegada de Arsène Wenger em Londres, na metade da década de 1990, significou uma nova era para Adams. O zagueiro conseguiu permanecer sóbrio e deixou a bebida. Logo na segunda temporada com o treinador, voltou a levantar o título do Campeonato Inglês, além da Copa da Inglaterra. 

        Sempre titular, Adams virou um ídolo em Londres. Na seleção inglesa, foi referência e disputou em 1998 a sua primeira, e única, Copa do Mundo, que acabou com eliminação nos pênaltis para a Argentina, nas oitavas de final. 

        O zagueiro se despediu da seleção inglesa em 2000, já veterano, pouco depois da Eurocopa daquele ano. No total, foram cinco gols em 66 jogos no English Team, com três Eurocopas no currículo. 

        A carreira no Arsenal seguiu até 2002, quando pendurou as chuteiras depois de temporada fantástica. Já atuando menos vezes, mas ainda muito seguro na defesa, Adams foi campeão inglês mais uma vez e, no último jogo como profissional, conquistou a Copa da Inglaterra com vitória no dérbi contra o Chelsea. 

        Tony Adams é o segundo jogador com mais jogos da história do Arsenal, com um total de 668 partidas. Supera, neste quesito, ex-companheiros que também entraram para a história do clube, como Lee Dixon e David Seaman, e fica atrás apenas de David O´Leary, que tem 719 jogos.

        Depois que encerrou a carreira como jogador, Adams se dedicou a ajudar atletas profissionais na luta contra o vício. Criou, para isso, a Sporting Chance Clinic. Em 2019, assumiu a presidência da Liga Inglesa de Rugby depois de ajudar, com sua organização, muitos atletas da entidade. 

        D

        Fotografias(4)

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        Links Relacionados