Siga o instagram do oGol
        1xBet
        Histórias do Futebol
        Histórias do Futebol

        O fim do jejum corintiano

        Texto por ogol.com.br
        l0
        E0

        O Corinthians estava há 23 anos sem conquistar um título. O gigante estava dormindo, mas, em 1977, acordou. Com a volta de um dos mais vitoriosos técnicos da equipe, e a criação de um herói improvável, o Timão encerrou a seca no Paulista daquele ano. 

        Oswaldo Brandão havia deixado a seleção brasileira e Vicente Matheus o convenceu a voltar ao clube. O técnico tinha uma longa história vitoriosa no Timão e seria, portanto, o que faltava para o Alvinegro voltar a ser campeão. 

        Junto com José Teixeira, seu preparador físico e fiel escudeiro, Brandão tentou valorizar o elenco corintiano. Disse não a novas contratações e apostou em quem lá já estava. O elenco era experiente, capacitado para acabar com a longa fila. 

        O time era bom, acima de tudo. Mas ficava marcado pela falta de títulos. Em 1976, ficou com o vice-campeonato brasileiro em ótima campanha. Só que faltava o título, o destino final que tanto queriam os torcedores. Ainda mais depois de longos anos sem taça. 

        A campanha no Paulista foi marcada por grandes momentos, mas também houve oscilações. Depois de derrota para o Guarani, em 21 de setembro, Oswaldo Brandão chegou a trancar o vestiário, impedindo a entrada até de Vicente Matheus, para dar uma senhora bronca no time. 

        O Timão passou, então, a ganhar tudo e todos. Até que chegou na final, contra a Ponte Preta. Foram precisos três jogos para que a equipe de Oswaldo Brandão conseguisse encerrar o longo jejum sem taças. 

        Palhinha marcou o gol da sofrida vitória na primeira partida, mas a Ponte conseguiu uma virada na segunda e tudo só foi decidido dia 13 de outubro. E nos minutos finais de mais um jogo sofrido. 

        Corinthians e Ponte Preta empatavam até os 37 minutos do segundo tempo. Foi quando o herói improvável, Basílio, apareceu. Com um jogador a mais em campo, o Timão pressionou. A bola, viva na área, bateu no travessão, na zaga e sobrou para Basílio, que bateu forte para soltar o grito do torcedor e encerrar o longo jejum. 

        Lista
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        jogos históricos
        U Quarta, 12 Outubro 1977 - 21:00
        Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)
        Dulcídio Wanderley Boschilia
        1-0
        Basilio 82'
        Links Relacionados
        Estádio
        Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)
        Lotação67428
        Medidas108,25x72,70
        Ano de Inauguração1960