Siga oGol no facebook
história
Histórias do Futebol

A resposta histórica

Texto por Carlos Ramos
l0
E0
Na década de 1920, o futebol ainda era amador na maior parte do Brasil. No Rio de Janeiro, o Vasco desafiava a elite com um time "do povo", diferente das principais equipes da cidade. 

Campeão carioca em 1923, com campanha de apenas uma derrota, o Cruz-Maltino tinha um time formado por negros, mulatos e operários. Os rivais elitistas acabaram optando pela criação da Associação Metropolitana de Esportes Athéticos, e se recusaram a aceitar a inscrição vascaína. 

Segundo os rivais, o Vasco tinha atletas de profissões duvidosas, além de não possuir um estádio próprio (daí a construção de São Januário, anos mais tarde). A nova liga formada solicitou aos vascaínos a exclusão de doze jogadores do elenco, todos negros e operários. O Vasco não aceitou. 

Através de carta do então presidente do clube, José Augusto Prestes, o Cruz-Maltino, conhecido como o time dos camisas negras, rechaçou se desfazer de seus atletas. Por outro lado, acabou desistindo de participar da nova liga. O documento ficou marcado como "A Resposta Histórica". 

"Estamos certos de que Vossa Excelência será o primeiro a reconhecer que seria um ato pouco digno de nossa parte sacrificar, ao desejo de filiar-se à Amea, alguns dos que lutaram para que tivéssemos, entre outras vitórias, a do Campeonato de Futebol da Cidade do Rio de Janeiro de 1923 (...) Nestes termos, sentimos ter de comunicar a Vossa Excelência que desistimos de fazer parte da AMEA", lê-se em parte do documento. 

 

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados
Equipe