Siga oGol no Twitter
história
Biografia Jogadores

São Marcos

Texto por Beto Passeri
l0
E0
Foram 20 anos de carreira, e todos eles dedicados exclusivamente ao Palmeiras, desde 1992, quando ainda era menino, tinha cabelo vasto e nem sonhava chegar aonde chegou. Reserva de Velloso, a história de Marcos mudou em 99, com a contusão do goleiro titular e a oportunidade de guardar o gol palmeirense em uma Libertadores. Atuações de destaque, defesas espetaculares, pênaltis defendidos, inclusive contra o rival Corinthians, nas quartas-de-final, garantiram que Marcos fosse um dos destaques da maior conquista da história do clube.

No mesmo ano, uma falha no Mundial de Clubes colocou o goleiro em revés, que seria desfeito no ano seguinte, novamente na Libertadores, novamente contra o Corinthians, novamente nos pênaltis, dessa vez valendo uma vaga na final. Ídolo corinthiano e especialista, Marcelinho Carioca partiu para a cobrança, mas ela parou nas mãos do "goleiro santo" e a defesa ficou eternizada na história de Marcos e na história dos confrontos.

E assim foi durante toda a carreira. Idolatria inconteste do torcedor palmeirense, porém altos e baixos nos gramados (mais altos que baixos, claro), sobretudo devido a seguidas lesões. Dentre outros títulos, Marcos conquistou a Mercosul de 98, a Copa dos Campeões de 2000, o Paulistão de 2008 e talvez o mais amargo e saboroso deles, por mais paradoxal que seja, o da série B, em 2003, garantindo a volta do Palmeiras à elite.

Defendendo a camisa da seleção, a única pela qual "traiu" a alviverde palmeirense, "São Marcos" foi campeão da Copa América em 99 e do Mundo, em 2002, caindo de vez nas graças de todo brasileiro, mesmo de clubes rivais. O goleiro ainda foi reserva na conquista da Copa das Confederações, em 2005.

Mais que defesas inenarráveis sob o nome de um dos maiores goleiros brasileiros de todos os tempos, Marcos foi uma personalidade daquelas que é cada vez mais difícil de se encontrar. Como o próprio Marcos disse certa vez, "o futebol está ficando muito chato, não se pode dizer e nem fazer nada". Com a língua afiada e muita sinceridade, o goleiro sempre teve muita categoria para dar entrevistas, que também o ajudaram a se fazer um jogador raro, um "santo" dos gramados e fora deles.

Fotografias(1)

Lista
Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…