Siga o instagram do oGol
história
Clubes

Vasco

Texto por Carlos Ramos
l0
E0
O Club de Regatas Vasco da Gama, como boa parte dos clubes cariocas do final do século XIX, nasceu com a cabeça no remo. A fundação aconteceu dia 21 de agosto de 1898 e o nome, de um histórico navegador português, entregava as origens portuguesas da equipe.  

O Vasco foi fundado no salão do sobrado da Rua da Saúde, inicialmente voltado para o remo, e com a intenção de celebrar o IV centenário da descoberta do caminho marítimo para as Índias do navegador português. O uniforme negro com a faixa diagonal branca e a cruz-de-malta no centro foi vestido, inicialmente, pelos remadores. 

Campeão Estadual de Remo desde 1905, o Vasco começou no futebol só dez anos depois, depois dos rivais Fluminense, Flamengo e Botafogo. O clube vivia grande momento nas campanhas náuticas, com o tricampeonato de 1914. Só que os jornais passaram a dar mais destaque ao que acontecia nos gramados. O Vasco, então, resolveu se juntar aos rivais e fundar um departamento para o futebol, decisão tomada pelo presidente Raul da Silva Campos. 

O início foi difícil, já que o time estava anos atrás dos rivais. Disputando uma espécie de terceira divisão da então Liga Metropolitana, o Vasco só conseguiu a primeira vitória em 29 de outubro de 1916, contra o River, por 2 a 1, no campo do São Cristóvão. 

A chegada na elite e o pioneirismo

O Vasco só conseguiu chegar na elite do futebol carioca em 1923, por ter conquistado o título da segunda divisão em 1922. Logo no primeiro ano de elite, os "camisas negras" conquistaram o título de campeão carioca com campanha de apenas uma derrota. 

A história de sucesso do Vasco veio com o povo. Afinal, o esporte, elitista naquele tempo, viu o Cruz-Maltino se sagrar campeão com atletas vindo dos campos do subúrbio, a maior parte negros e mulatos. Os rivais não gostaram muito. 

Tanto que Fluminense, Botafogo e Flamengo, com apoio do Bangu e do São Cristóvão, criaram a Associação Metropolitana de Esportes Atléticos (AMEA). O Vasco só poderia participar da liga caso excluísse de seus quadros os negros e operários. 

Primeiro clube a ter um presidente não-branco, o Vasco rechaçou tal possibilidade. Através do presidente José Augustos Prestes, o time Cruz-Maltino se recusou a fazer parte de tal liga. O clube só voltou ao campeonato em 1925. 

O maior estádio da América do Sul

Se foi pelos pés do povo que o Vasco foi campeão do Rio de Janeiro pela primeira vez, foi com as mãos do povo que o Cruz-Maltino construiu seu próprio estádio. Em 21 de abril de 1927, o Cruz-Maltino inaugurou o Estádio Vasco da Gama, mais conhecido como São Januário, na Zona Norte do Rio de Janeiro. 

Então maior estádio da América do Sul, São Januário foi inaugurado com um grande amistoso entre o time da casa e o Santos, que terminou com vitória dos paulistas por 5 a 3. Nos anos seguintes, o estádio recebeu grandes jogos, assim também como grandes feitos para o país. Foi lá que Getúlio Vargas assinou a Consolidação das Leis Trabalhistas, e lá discursou algumas vezes. 

São Januário viu também o nascimento de grandes ídolos. Na década de 1930, viu Leônidas da Silva fazer das suas por ali. Na década de 1940, foi palco do Expresso da Vitória, um dos maiores times da história do Vasco que conquistou o Carioca invicto em 1945 e 1947. Em 1948, o mesmo time conquistou o Sul-Americano. No ano seguinte, o Expresso da Vitória voltou a conquistar o Carioca de forma invicta, e com 84 gols em 20 partidas. 

Novos palcos, novos títulos

São Januário nunca deixou de ser a casa do Vasco, apesar do surgimento de outros palcos no Rio de Janeiro. Em 1950, o gigante Maracanã começou a ser palco de alguns jogos históricos do Cruz-Maltino. No estádio, o maior ídolo da história do clube, Roberto Dinamite, brilhou muitas vezes. 

Em 1974, por exemplo, diante de 112.933 pessoas, o Vasco, de Dinamite, se tornou o primeiro clube carioca campeão brasileiro. Já em 1980, o estádio viu o retorno de Dinamite para os vascaínos, e com cinco gols em goleada sobre o Corinthians. 

Sinônimo de inclusão social e traço de união entre Brasil e Portugal, o Vasco é um dos maiores clubes do futebol brasileiro e segue com sua estrela brilhando até os tempos atuais. 

Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados
Equipe