Siga oGol no facebook
        1xBet
        Atacante defendia parisienses na final de Lisboa

        Choupo-Moting reencontra PSG no maior desafio da carreira: substituir o insubstituível

        2021/04/07 10:00
        ogol.com.br
        E0

        O dia era 23 de agosto de 2020. A cidade, Lisboa. O Paris Saint-Germain perdia a final da Liga dos Campeões para o Bayern de Munique. Choupo-Moting entrou faltando dez minutos para o fim, deixando Mauro Icardi no banco. O camaronês, entretanto, não aproveitou as chances que teve, e os bávaros acabaram campeões. Sete meses e meio depois, Moting defende o Bayern, que tem pela frente nas quartas da Champions o PSG. E a missão do atacante será ainda mais inglória. 

        Moting deve ser titular dos bávaros no lugar de nada mais, nada menos, que Robert Lewandowski. O camaronês terá a tarefa de substituir o insubstituível polonês, que se machucou com a seleção de seu país e se tornou o maior desfalque de Hansi Flick para o duelo desta quarta, em Munique. 

        O começo e a confiança de Tuchel

        Nascido em Hamburgo, mas com nacionalidade camaronesa, Moting começou a jogar futebol na base do St. Pauli. Ainda nas categorias inferiores, se mudou ao Hamburgo, onde fez as primeiras partidas como profissional. 

        O primeiro gol saiu em 30 de agosto de 2007, uma goleada sobre o Budapeste Honvéd, pela Liga Europa. No jogo seguinte, Moting entrou nos minutos finais do empate em 1 a 1 diante do Bayern, que seria o destino do jogador no futuro. 

        Sempre reserva, Moting nunca se firmou no Hamburgo. Marcou apenas quatro gols em 37 partidas, deixando a cidade em 2011, após um empréstimo para o Nürenberg, para jogar no Mainz. 

        Na nova equipe, recebeu a confiança do técnico Thomas Tuchel e virou titular. Viveu as melhores temporadas da carreira, que não foram atrapalhadas nem por uma lesão no joelho que o deixou de fora por muito tempo na temporada 2012/13.

        Em 2013/14, Moting teve a temporada mais goleadora da carreira, com 11 gols em 34 jogos. Naquele momento, o atacante fazia dupla de ataque na seleção camaronesa com Samuel Eto´o, a quem sempre considerou um grande exemplo e ídolo. 

        O bom desempenho no Mainz, e as exibições com Eto´o na África, fizeram o Schalke 04 investir em Moting. O atacante teve bons momentos em Gelsenkirchen, não necessariamente geniais. A primeira temporada foi a melhor, com 40 jogos e dez gols. 

        Na terceira temporada nos Azuis Reais, Moting já não tinha o mesmo protagonismo. Jogou apenas 30 vezes, sete delas saindo do banco, e marcou três gols. Acabou deixando a Alemanha para uma experiência curta pela Inglaterra, sem tanto sucesso. Apesar de um bom início, com direito a dois gols contra o United, Moting não evitou o rebaixamento do Stoke City.

        Surpreendente foi o destino seguinte: de rebaixado na Inglaterra a uma das peças do milionário Paris Saint-Germain. O camaronês foi um pedido, mais uma vez, de Tuchel. 

        Em duas temporadas em Paris, Moting fez apenas 21 jogos como titular e marcou nove gols. Deixou o clube após a final de Lisboa, com destino inesperado: o Bayern de Munique. 

        O desafio em Munique

        Choupo-Moting chegou em Munique com uma certeza: não seria titular do time. O Bayern de Munique tinha Robert Lewandowski, e apostou no camaronês apenas como uma peça mais experiente para ser opção quando, eventualmente, Lewa não jogasse. 

        Moting estreou, entretanto, como titular, em duelo contra o Düren, pela Copa da Alemanha. Marcou dois gols, e deixou uma primeira boa impressão. Desde então, porém, só fez mais oito jogos como titular. 

        O que Hansi Flick, técnico dos bávaros, não esperava era perder Lewandowski em um dos momentos mais importantes da temporada. Moting ganhou a grande chance da carreira. 

        O camaronês já foi titular no decisivo duelo contra o RB Leipzig, pela Bundesliga. Não teve participação decisiva na vitória, por 1 a 0, mas foi quem mais chutou no encontro (três vezes, duas delas no alvo), e acertou 18 dos 20 passes que tentou. 

        Nesta quarta, Moting, ao que tudo indica titular, reencontra o Paris Saint-Germain no maior desafio da carreira: o de substituir Lewa no jogo mais importante da temporada até aqui para o Bayern. Questionado por onde passou, mas sempre adorado pelo vestiário pelo companheirismo, o camaronês terá a chance de provar seu valor, aos 32 anos, pela primeira vez com todos os holofotes em cima. 

        Enquete
        RESULTADO DA VOTAÇÃO
        BAYERN MÜNCHEN
        EMPATE
        PARIS SG
        Comentários (0)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        EAinda não foram registrados comentários…
        jogos em destaque
        U Quarta, 07 Abril 2021 - 16:00
        Allianz Arena
        Mateu Lahoz
        2-3
        Choupo-Moting 37'
        Thomas Müller 60'
        Kylian Mbappé 3' 68'
        Marquinhos 28'
        VÍDEOS
        O Inter tem conversas avançadas para garantir a contratação do meia Juan Manoel Cuesta, de apenas 19 anos. O jovem promissor pertence ao Independiente Medellín e, segundo ...
        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
        Makson84 15-04-2021, 22:22
        jcrocha 15-04-2021, 21:29
        Paulinha16athletico 15-04-2021, 15:37
        Lais_TT 15-04-2021, 13:45
        Lais_TT 15-04-2021, 13:44
        JP_Tricolor 15-04-2021, 10:15
        JP_Tricolor 15-04-2021, 10:14
        JP_Tricolor 15-04-2021, 10:13
        JP_Tricolor 15-04-2021, 10:12
        raonymarins 15-04-2021, 10:04
        raonymarins 14-04-2021, 22:35
        jcrocha 14-04-2021, 22:32
        jobsbronson 14-04-2021, 21:24
        colorado04 14-04-2021, 21:15
        raonymarins 14-04-2021, 18:34
        JP_Tricolor 14-04-2021, 15:40