Siga oGol no facebook
        1xBet
        Dormiu na liderança

        Leicester pode voltar a fazer história? As semelhanças com ano do título

        2021/01/20 08:47
        Eduardo Massa
        E1

        Quem poderia imaginar no início da temporada que a Premier League chegaria a sua metade com o Leicester no topo (ao menos por uma noite)? Ainda mais depois da demonstração de força do Liverpool, de Jürgen Klopp, e do Manchester City, de Pep Guardiola, nos últimos anos. Mas lá estão os Foxes na briga entre gigantes e milionários da Inglaterra, e as semelhanças com a campanha campeã de 2015/16 não são poucas.

        O desempenho até aqui é praticamente o mesmo. O Leicester somou 38 pontos até então, em 19 rodadas. Em 2015/16 o clube tinha apenas um a mais. O ataque atual marcou 35 gols, contra 33 da campanha do título nesta altura, dois gols a mais, e a defesa sofreu 21, contra 18, apenas três gols a menos, com diferença no saldo de apenas um gol.

        A liderança do Leicester, hoje, é apenas provisória. O Manchester United, com 37 pontos, pode passar os Foxes no topo, e o Manchester City pode igualar a pontuação com uma partida por disputar. Mas em 2015/16 quem liderava a competição na mesma altura também não era o Leicester - o Arsenal estava no topo e terminaria com o vice-campeonato.

        No ataque, a estrela é a mesma. Jamie Vardy soma já 11 gols em 18 partidas disputadas, com média de 0,61 por partida. O atacante foi também o goleador do Leicester no ano do título, com 24 gols e média de 0,66, bem próxima da atual.

        A campanha pode ser muito semelhante, mas não é o principal fator para fazer o Leicester sonhar. Afinal, no ano passado o clube já tinha chegado nesta altura com números até melhores. O fator fundamental pode estar longe do estádio King Power.

        Concorrência em turbulência

        Para um clube como o Leicester chegar no topo, é preciso que os gigantes e milionários rivais não cumpram com as expectativas. O título de 2016 foi conquistado em meio a turbulência dos rivais, e não tem sido diferente em 2020/21, ainda mais em uma temporada estranha, marcada pela pandemia de Covid-19, com todos enfrentando altos e baixos.

        Na campanha do título, o Arsenal foi o principal adversário na maior parte do tempo. O técnico era Arsène Wenger, que fez história na Inglaterra, mas vivia fim de ciclo. Ainda é cedo para falar de fim de ciclo para Guardiola e Klopp, mas a dupla dá sinais de desgaste com City e Liverpool depois de terem marcado época nos dois clubes.

        O City, inclusive, também vivia fim de ciclo com Manuel Pellegrini, campeão em 2014 com os Citizens. Klopp chegou no meio daquela temporada, depois de o Liverpool desistir de Brendan Rodgers, atual técnico do Leicester.

        O Manchester United estava em sua segunda temporada sob o comando de Louis Van Gaal, que não deixou muitas saudades em Old Trafford. Apesar do bom momento com Ole Gunnar Solskjaer, os Red Devils ainda se ressentem da saída de Alex Ferguson e todos os técnicos que se seguiram ao lendário treinador falharam em conquistar a Premier League.

        Já o Chelsea terminou a temporada 2015/16 na 10ª colocação na tabela, posição hoje ocupada pelo Arsenal. Os Blues estão apenas um pouco na frente, com o oitavo lugar. Dois gigantes que parecem fora da disputa.

        Enquanto os principais candidatos titubeiam, o Leicester faz sua parte: uma campanha sólida para se manter na disputa e, quem sabe, transformar o improvável em rotina.

        Comentários (1)
        Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
        motivo:
        É bem possível
        2021-01-20 11h53m por ScPKoHx
        Liverpool e Manchester City não começaram a temporada em alta dessa vez, Chelsea está tropeçando, Spurs não está tão ameaçador, Everton perdeu o embalo e o Arsenal. . . bem, o Arsenal é o Arsenal.

        O Leicester precisa aproveitar o bom momento e continuar focado, mas com pés no chão. Foi assim que conseguiram aquele feito histórico.

        Detalhe que estão há 3 partidas sem sofrer gols.
        Links Relacionados
        SIMULADOR OGOL
        Campeonato Mineiro
        Invencibilidade alvinegra
        Um apagão de mais de 20 minutos tentou esfriar o duelo entre Tombense e Atlético, em Tombos, mas não conseguiu. Em um jogo para lá de intenso, o time ...
        ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
        Fieldanfer 04-03-2021, 19:26
        ScPKoHx 04-03-2021, 16:00
        colorado04 04-03-2021, 12:02
        Fieldanfer 04-03-2021, 02:49
        grandejogadoor 03-03-2021, 18:23