Siga o instagram do oGol

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

San LorenzoArgentina
ArgentinaPatronato
TalleresArgentina
ArgentinaVélez Sarsfield
Defensa y JusticiaArgentina
ArgentinaEstudiantes
Futebol Nacional
Entrevista Ogol
Meia tenta ajudar Paraná a seguir na Série A

Criado na fronteira, Torito revela sonho antigo de jogar no Brasil e luta por permanência

2018/09/13 15:44
Texto por Carlos Ramos
E0

Natural de Presidente Franco, cidade paraguaia fronteiriça com o território brasileiro, Jorge González, mais conhecido como Torito, viveu desde menino uma relação muito próxima com o Brasil. Agora, aos 30 anos, pela primeira vez teve a chance de, profissionalmente, atuar no país, defendendo as cores do Paraná. 

Torito lembra que "desde pequeno acompanhava o futebol brasileiro". "Vivia na fronteira e sempre gostei (do futebol daqui). Era um sonho jogar no Brasil", confessa, em conversa com a reportagem de oGol

De família humilde, o atleta conta que, quando menino, não passou muito da fronteira nas primeiras visitas ao Brasil. Como jogador, entretanto, teve a chance de conhecer melhor o país (foram seis jogos contra equipes brasileiras por Libertadores e Sul-Americana de 2013 a 2015). 

"Só dava para ir até Foz (do Iguaçu, cidade paranaense). Família humilde (risos). Só depois de virar jogador que tive a sorte de conhecer mais lugares no Brasil. Em 2012, operei com o doutor Joaquim Grava no Corinthians, fiquei dois meses no CT deles". 

Torito se impressionou com a estrutura corintiana e não escondeu: "Quem não gostaria de jogar no Corinthians? Torço muito por eles, porque me ajudou quando operei e porque lá jogam paraguaios". 

O meia tinha como destino preferido o Rio de Janeiro, mas acabou mudando mesmo foi para Curitiba, "uma cidade muito linda e tranquila para se viver". "Demorou um pouco para cumprir o sonho (de jogar no Brasil), mas aconteceu, graças a Deus", celebra.

Torito chegou ao Paraná no início do ano. O idioma não foi tanto um problema, já que o atleta cresceu na fronteira. "Se adaptar a um futebol diferente sempre custa um pouco, mas me adaptei bem. O idioma me custa mais escrever, mas falo bem (risos). 

Torito se sente à vontade no elenco tricolor, "muito feliz e cômodo no Brasil". O clube, atualmente, está na lanterna do Campeonato Brasileiro, mas o jogador paraguaio ainda acredita em uma recuperação. 

"Força e vontade não vão faltar para lutar. Enquanto tivermos chances, vamos lutar, embora saibamos que cada vez será mais difícil", confessa. 

Com contrato com o Paraná até dezembro, Torito pensa em seguir mais tempo no futebol brasileiro. Mesmo que o Tricolor seja rebaixado, mesmo que as portas só se abram na Série B. 

"Sempre é bom ir passo a passo. Meu primeiro objetivo é aparecer em campo e, obviamente, é sempre melhor aparecer na Série A. Não quero dizer que jogar a Série B é ruim. Ao contrário, parece bom também. O que eu quero é jogar (risos)". 

Paraguai
Jorge González
NomeJorge Daniel González Marquet
Data de Nascimento1988-03-25(30 anos)
Nacionalidade
Paraguai
Paraguai
PosiçãoMeia (Meia Esquerda) / Meia (Meia Central)
Fotografias(1)
Comentários (0)
Tenha em atenção as Regras de Conduta antes de escrever o seu comentário. Se não as conhece poderá ser uma boa oportunidade para o fazer aqui.
motivo:
EAinda não foram registrados comentários…
Links Relacionados
APOSTAS EM DESTAQUE
1Escolha quanto quer apostar
Aposto
R$
2Escolha suas apostas
Copa Sul-Americana
Quartas mais perto
O Fluminense soube sofrer e conseguiu mostrar eficiência em ataques velozes para exorcizar o fantasma de Quito e vencer o Deportivo Cuenca, por 2 a 0, pela Sul-Americana.
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
CRUZPH 20-09-2018, 12:44
CRUZPH 19-09-2018, 22:46
CRUZPH 19-09-2018, 22:44